Miss Santiago Norte sonha em desfilar por Victória’s Secret

0

Érica Anybelle disse ao OPAÍS.cv que o caminho parece longo, mas acredita que pode ser possível e pede colaboração de todos

A Miss Santiago Norte, Érica Anybelle, sonha em ser uma modelo internacional e desfilar numa das maiores marcas de lingerie e produtos de beleza do mundo, a Victória’s Secret.

A modelo de apenas 17 anos, conta ao OPAÍS.cv que acredita que pode ser possível, “basta ter alguém que lhe dê uma oportunidade” de mostrar o seu talento.

A jovem, natural do Órgãos, Santiago, e que sonha cursar medicina, lamenta o fato de a moda não ser “grande coisa” em Cabo Verde, mas agradece a todos que no momento que mais precisava “estavam lá para me apoiarem”.

O sonho e a realidade são duas coisas diferentes, mas que se alimentam mutuamente. É com essa convicção que a jovem modelo espera alcançar o feito da Cabo-verdiana Alécia Morais, a única Cabo-verdiana a conseguir chegar à Victória’s Secret.

Incentivada pela mãe a continuar nessas andanças, Érica sublinha que por enquanto está concentrada no seu percurso em Cabo Verde e quer primeiro “fazer bonito” na sua terra.

Érica Anybelle da Veiga Gabriel, do seu nome próprio, desfilou no sábado passado, no By Fashion Órgãos 2019, num festival que uniu a música e a moda num mesmo palco, no qual OPAÍS.cv era parceiro.

Para esta modelo, desfilar perante o seu público e ostentar a coroa que lhe é válido durante um ano, como a mulher mais bela de Santiago Norte, é sempre uma sensação única. “É sempre bom desfilar em casa e perante público que considero ser meu, cada desfile uma sensação diferente”, reitera.

Em forma de conclusão, a miss Santiago Norte 2019, apela a todas as jovens que têm o sonho de ser modelo a continuarem a sonhar e correr atrás dos seus objetivos, porque “cavalo que corre por gosto não cansa” e um dia hão de dizer “valeu a pena”.

- PUBLICIDADES -

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui