CVA vai operar voos inter ilhas, a partir de outubro

4

Está confirmada a notícia que há alguns dias já circulava. A Cabo Verde Airlines vai iniciar operações no mercado interno

A informação aponta o início de voo internos, a partir do mês de outubro, com a CVA a ter uma frota de dois ATR´s 42, de 46 lugares cada, e que irá juntar-se um outro ATR 72-600 de 68 lugares no mês de dezembro. Ou seja, até final do ano a CVA estará a operar internamente com três aparelhos.

Um dos ATR´s ficará baseado no aeroporto Cesária Évora, em São Vicente, e o outro ficará baseado no aeroporto da Cidade Praia, e ambos servirão, basicamente, de “feeder” dos voos internacionais da CVA.

Os ATR´s 42, além dos vôos no triângulo, farão também a alimentação dos voos de e para São Filipe com destino final a Boston, nos Estados Unidos da América.

Já a partir de janeiro do próximo ano, entrará na operação um novo Boeing 737 que fará ligações diárias Lisboa/Mindelo/Lisboa e Lisboa/Praia/Lisboa, alternadamente.

Sabe-se que após vários estudos, a conclusão de que a operação no aeroporto de São Pedro com o Boeing 757 era bastante limitativa e penalizadora, devido às restrições do aeroporto, a CVA elegeu o Boeing 737 como o avião ideal para a operação em ambos os aeroportos.

A operação iniciar-se-á sob a batuta da CVA mas a ideia futura é a criação de uma empresa conjunta entre a CVA e a Lease Air, empresa Portuguesa que está ligada à IFA, Centro de Treinamento em Aviação, localizada em Tires, Portugal.

OPAÍS.cv sabe ainda que o Boeing 737 será pilotado, essencialmente, por pilotos estrangeiros devido à inexistência de pilotos Cabo-verdianos para o efeito. Aliás, mesmo em relação aos ATR´s, o mercado nacional tem tido dificuldades tremendas para encontrar pilotos, e a própria Binter tem procurado pilotos nas Canárias, devido a esta escassez.

Com esta operação o Governo, através da CVA espera terminar de vez com os constrangimentos ainda existentes quer nos voos internos quer nos voos internacionais, a partir de São Vicente.

4 COMENTÁRIOS

Comments are closed.