DIA MUNDIAL DE SAÚDE MENTAL: Aprenda trabalhar a mente através do corpo

0
foto DR

Não é novidade que o exercício físico traz vantagens, também, para a mente. Então porque é que se menospreza a sua prática?

          

A 10 de outubro comemora-se o Dia Mundial da Saúde Mental. Mais do que nunca, este é um tema que merece a atenção de todos nos dias de hoje, pela grande quantidade de casos de ansiedade, depressão e outros problemas associados à saúde mental que surgem dos maus hábitos que não têm em conta a importância da saúde mental. Aliás, um estudo avançado pelo The Lancet Psychiatry Journal refere que aqueles que não se exercitam regularmente têm, em média, 3 a 4 dias por mês de stress ou depressão, já nos casos de quem pratica alguma atividade física, conta com apenas dois dias de stress por mês, em média.

É por isso que, mesmo que tenha um peso saudável e não se identifique com os casos de falta de definição muscular ou outro aspeto físico, não deve prescindir da prática de exercício físico. É que a par do gasto de calorias em excesso, ativação de vários sistemas do corpo humano e consequente bom funcionamento corporal, a prática exercício físico garante, como ‘bónus’ vantagens para a saúde mental.

Pela mudança (neste caso melhoria) da imagem, leva à melhoria da autoestima, mas também felicidade, não só pela confiança como peba libertação de endorfinas. Ainda, o exercício físico permite a prevenção e deteoriação cognitiva, o que leva à prevenção de doenças como Alzheimer, alivia a ansiedade e melhora o desempenho geral do cérebro, seja em processo de aprendizagem como de tomadas de decisões. Por fim, também a sua produtividade será melhorada, ou seja, um conjunto de vantagens que resultam num estilo de vida melhor a vários níveis.