Estado de emergência pode ser declarado hoje

0

PR reúne, esta manhã, Conselho da República e deverá, na sequência, anunciar a decisão

          

Há um consenso generalizado em como o estado de emergência é uma medida necessária face à pandemia do coronavírus.

Desde ontem, o Chefe de Estado desdobra-se em contatos e consultas, entre líderes políticos, partidários e religiosos, e nos últimos dias tem ouvido opiniões da área jurídica “em particular”, da área jurídico-constitucional e tudo aponta para a declaração do estado de emergência, uma medida que o próprio Governo apoia.

Dos líderes já ouvidos, esboça-se consenso. Dos políticos às autoridades religiosas ninguém objeta o estado de emergência.

A líder parlamentar do MpD, Deputada Joana Rosa, assegura que o seu Partido “aprova” a medida e é favorável à declaração, em sintonia com a posição do Primeiro-Ministro e Presidente do Partido, Ulisses Correia e Silva. O MpD vai “alinhar-se”, assegurou a parlamentar que acredita que, ainda hoje, se o PR assim entender, a declaração poderá ocorrer. Joana Rosa observa que é importante “debelar o mal pela raiz”.

O Bispo de Santiago, Cardeal Arlindo Gomes Furtado, acredita que o PR, enquanto mais alto magistrado da Nação terá “sabedoria” suficiente para a melhor decisão. “Vamos dar a nossa colaboração para o bem de todos, porque o que está em causa é o bem comum”, assinalou o Prelado.

Na mesma linha posiciona a Igreja do Nazareno, fazendo saber que se o PR optar pela declaração, esta confissão religiosa dará a sua “compreensão total”.

JCF também auscultou ontem o líder parlamentar do PAICV, Rui Semedo, e o Deputado e Presidente da UCID, António Monteiro, este via telefone. Semedo não quis prestar declarações à imprensa sobre o que dialogou com o Chefe de Estado. Quanto à UCID sabe-se que é favorável à medida.

Esta manhã, o PR reúne o Conselho de Estado, órgão de consulta, e deverá, na sequência anunciar a decisão.

A efetivação do estado de emergência passa, necessariamente pela Assembleia Nacional, devendo a decisão ser tomada ao nível da Comissão Permanente.

Cabo Verde regista neste momento 5 casos positivos de Covid-19, 3 na Boa Vista, de turistas, e dois na Cidade da Praia, estes de nacionais, um importando, outro local, tratando-se de um casal.

Há 8 casos suspeitos mas as respostas devem ser conhecidas esta manhã.