Guarda Nacional e Pessoal das Forças Armadas têm novos Comandantes

0

O ato da tomada de posse foi presidido pelo Ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares

Mário Almeida Furtado é o novo Comandante da Guarda Nacional, enquanto Casimiro Moreno Tavares vai ocupar o cargo de Comandante do Pessoal das Forças Armadas de Cabo Verde.

Os novos Comandantes dizem-se prontos para as novas funções na instituição castrense onde esperam serem dotados de mais meios para o cumprimento das suas obrigações.

O Comandante da Guarda Nacional, Mário Almeida Furtado, lembrou que “o sucesso de um Comandante é a medida do sucesso dos que por ele são comandados”. Daí, disse Furtado, que haverá um engajamento permanente e um trabalho de equipa no sentido de obter melhores resultados.

“Prometemos um engajamento permanente. Prometemos estar cientes e atentos a todo e a qualquer problema, pessoal ou profissional, que possam afetar positiva ou negativamente às relações funcionais e inter-pessoais no nosso seio. Prometemos sobretudo um trabalho de equipa e juntos buscaremos as soluções que melhor se adequam a cada problema”, disse o Comandante da Guarda Nacional.

O ato de investidura foi presidido pelo Ministro da Defesa que na ocasião recordou os esforços do Governo para aumentar os meios e as capacidades das Forças Armadas, em parceria com outros países.

Luís Filipe Tavares garantiu, de outro modo, mais oportunidades para os militares Cabo-verdianos, particularmente no que tange à formação que será realizada com o apoio dos Emirados Árabes Unidos e da Sérvia, este último cujo Ministro dos Negócios Estrangeiros deverá visitar Cabo Verde proximamente.

- PUBLICIDADES -

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui