Covid-19. Há uma tendência estacionária na Praia

0

Observação é do Diretor Nacional de Saúde, que fala em uma média de 130 casos por semana, na Capital do País

          

A situação epidemiológica na Cidade da Praia é “sem dúvida” estacionária, informou hoje o Diretor Nacional de Saúde, na habitual conferência de Imprensa.

Artur Correia fala em uma média de 130 casos por semana. “Na Praia temos verificado nas últimas 4 semanas uma tendência estacionária, e com esta última semana (que terminou ontem), fazendo 5 semanas não há dúvidas que temos uma tendência estacionária, à volta de 130 casos”, explicou, baseando nas médias semanais de 145, 142, 134, 153 e 88, cuja média “dá essa tendência durante as 5 semanas”.

O DNS espera que essa tendência decrescente continue na Capital do País, o que no próximo fim de semana se poderá confirmar, ou não. “Estou convencido que esta tendência estacionária irá se manter”, precisou.

Santa Cruz

No Município de Santa Cruz, a tendência é também estacionária, com os casos de Achada Ponta a diminuírem consideravelmente. “Achada Ponta tem estado a ser controlado sem muitos casos”, disse, avançando no entanto, que na semana de 13 a 19 de julho começou a aparecer alguns casos na própria Vila de Pedra Badejo.

Situação na Ilha do Sal

Na Ilha turística a situação também é para uma tendência decrescente. Nas últimas 5 semanas, diz Artur Correia, houve uma diminuição de 119, 60, 71, 34 e 8. No entanto, nessa última semana, que terminou no domingo, os dados estão incompletos, já que a Ilha está há alguns dias sem resultados das amostras devido um problema no laboratório.

Um outro dado “importante” que permite avaliar a situação no Sal, é o fato de não se ter registados muitos casos suspeitos, nos últimos dias.

O País contabiliza no momento 754 casos ativos, 1550 casos recuperados, 22 óbitos e 2 transferidos, em um total de 2328 casos positivos acumulados.