25 de Abril é uma conquista de toda comunidade Lusófona

0

Observação do Primeiro-Ministro, em mensagem alusiva às celebrações dos 50 anos da Revolução dos Cravos, em Portugal

O Chefe do Governo Cabo-verdiano admite que o 25 de Abril, “acelerou” o processo da independência das ex-colônias Portuguesas, incluindo Cabo Verde.

“A 25 de abril de 1974, fruto de descontentamento generalizado dos militares, suportados pela oprimida população Portuguesa, foi protagonizado o derrube do regime de ditadura do Estado Novo e instaurada a Liberdade e a Democracia. Abril acelerou o processo da independência das ex-colônias Portuguesas”, disse.

Ulisses Correia e Silva salientou ainda que o 25 de Abril é assim, uma conquista de toda a comunidade Lusófona. “Cabo Verde celebra, também, nesta data memorável, a liberdade, a dignidade da pessoa humana e a democracia”, enfatizou.

O PM afirmou, ainda, que 25 de Abril de 1974 faz ponte com a independência que chegou a 5 de Julho de 1975 e com a liberdade e a democracia que só chegaram a 13 de Janeiro de 1991.

“Somos o País mais livre de África e um País estável, graças à arquitetura constitucional do regime político instaurado pela Constituição da República de 1992, aos atores políticos que alternam o poder e a oposição, aos mecanismos de controlo político e social do poder, à Imprensa livre e aos Cabo-verdianos no País e na Diáspora”, destacou.

UCS disse que 25 de Abril deve ser um momento de compromisso reforçado com a liberdade e a democracia, que precisam ser permanentemente protegidos, cuidados e aprimorados.