30 mil trabalhadores vão beneficiar de Rendimento Solidário

1

Cerca de 341 milhões de Escudos vão ser canalizados para atender milhares de trabalhadores, indica o Executivo de Ulisses Correia e Silva

É a resposta do Governo, no quadro do Orçamento de Estado Retificativo para 2020, que vai a debate e aprovação na segunda sessão do mês de julho, da Assembleia Nacional.

O Governo estima investir cerca de 341 milhões de Escudos, para atender 30 mil trabalhadores, no quadro do Rendimento Solidário, devido à pandemia do novo coronavírus que desde março afeta o Arquipélago.

A par disso, o Rendimento Social de Inclusão, em que se estima beneficiar 11.622 famílias, na situação de extrema pobreza, será reforçado com mais de 182 milhões de Escudos.

Outros investimentos serão feitos no domínio da assistência alimentar imediata às famílias. Aqui, 80 milhões de Escudos vão ser afetados.

Os idosos continuam no centro das políticas públicas do Governo que vai alocar 15 milhões de Escudos para a proteção social de, pelo menos, 712 idosos, ao mesmo tempo que serão recrutados um total de 178 cuidadores para apoiar os idosos, em todos os Municípios.

O Orçamento Retificativo contempla ainda 2 milhões de Escudos para apoiar estudantes deslocados, bem como 120 milhões de Escudos para apoiar o setor informal, e a sua transição para o formal.

O Governo já estimou o agravamento do desemprego em Cabo Verde, em consequência da Covid-19. As projeções apontam para a perda de 19.800 postos de trabalho, o que fará agravar a taxa de desemprego que pode aproximar-se dos 20%.

Com este quadro, analisa o vice Primeiro-Ministro e tutela das Finanças, Cabo Verde terá mais pobreza, mais desigualdades sociais, e eventualmente mais desigualdades regionais, pelo que é “obrigação” do Governo “tomar medidas” para mitigar esses fenómenos, evitando colapsos social económico, precisou Olavo Correia.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.