A época das chuvas na Praia e as cerca de 30 obras de construção civil bloqueadas

1

Praienses vamos entrar no período das chuvas e com Deus, vamos ter muita chuva este ano.

Chuva na terra é alegria e principalmente para as ilhas agrícolas é sinónimo de fartura, de festa, de liberdade em relação aos trabalhos muitas vezes improdutivos que os governos inventam para colmatar a fome.

Esperemos que a chuva amiga,mamãe velha venha, branda mas muita e muita chuva.
Estou no entanto preocupado com a Praia nossa cidade.

A atual equipa camarária saída das últimas eleições por incompetência pura e simples, parou as cerca de 30 obras de requalificação urbana que estavam acontecendo, tendo na base sempre a teoria de conspiração: não há contratos, há gente a roubar, são empresas do MPD, não houve concurso público etc etc e por último e mais escandaloso, tenta impingir a essas empresas, a responsabilidade dessa paragem dizendo, nós não mandamos parar, mas, não pagando no entanto um tostão relativamente as facturas entradas.

Quem conhece minimamente a Praia sabe que durante 12 anos, essas e outras empresas fizeram um trabalho com impacto forte na qualidade urbanística da nossa capital. A Praia de hoje não tem nada a ver com a Praia do passado. O sentimento de orgulho de auto-estima do praiense nascido ou que escolheu está cidade para viver, cresceu e lá de cima via as outras cidades a aprender com ela. Afinal somos mesmo capital de fato.

Estou preocupado, dizia, pois as consequências de muita chuva na cidade da Praia com todas essas obras incompletas pode ter efeitos catastróficos. Estão a imaginar o que poderá acontecer aos milhares e milhares de contos já investidos nessas obras de requalificação?

Se a CMP está a dever muito, então agora é que dever mesmo, pois uma coisa é dever com obras feitas outra é dever com cacos de obras, sem contar com o perigo que isso poderá significar para os munícipes de alguns bairros.

Como Praiense, nascido, criado e vivenciado nessa nossa cidade e que gosta e ama essa cidade, faço um apelo a quem de direito para que faça tudo o que está ao alcance para evitar essa tragédia.

Um país pobre como o nosso, num momento difícil que estamos a passar, juntamente com o resto do mundo, não podemos dar ao luxo de esbanjar dessa forma. E é o que vai acontecer se não ultrapassarmos esse impasse e obrigarmos a quem de direito a trabalhar para a Praia e deixar de pensar que está a enganar os munícipes com visitas fantoches e “blá blá”.

Queremos que a Praia continue viva, dinâmica, bonita, uma cidade cada vez mais inclusiva e de todos nós.

1 COMENTÁRIO

  1. Francisco é um Gozo
    El é sta ser realmente um mau Presidente a todos os níveis. Sta Decepcionado cu el. Tchau Tchico

Comments are closed.