A Janira tirou a máscara

6

Se alguns ainda tinham alguma dúvida sobre as verdadeiras intenções da Janira Hopffer Almada, com este acto de rasgar o programa do Governo da República, no Parlamento e em directo para o mundo ver o seu desaforo, essas dúvidas deixaram de ter razão de ser.

O programa do Governo da República, quer se goste ou não, a partir do momento que ele é aprovado pelo povo e pelo Parlamento, passa a representar a vontade do povo, pelo menos até ao fim da legislatura.

Rasgar o programa aprovado (sufragado) pelo povo, é rasgar a vontade do povo. A Janira quis rasgar a vontade do povo de Cabo Verde.

A Janira tirou a máscara e confirmou o seu verdadeiro perfil, de uma pessoa mimada, desaforada e que não respeita as instituições da República.

Com essa atitude, dá ao país e ao mundo um exemplo de agressividade sem limites!

Um exemplo de violência, que não é da natureza e feitio dos cabo-verdianos.

Que exemplo quer a Janira dar às crianças deste país?

Que exemplo quer a Janira dar aos jovens deste país?

Que exemplo quer dar a Janira aos cidadãos deste país?

A Janira pensa que pode fazer tudo o que lhe der na tola -por birra- e que não tem conta para prestar a ninguém e a este país?

Que tamanha falta de educação!

A atitude da Janira consubstancia uma falta de respeito grosseiro a Assembleia Nacional, centro e voz do povo de Cabo Verde.

Esta é uma atitude peixeira e uma falta de educação sem precedente!

Durante os 45 anos de Cabo Verde independente nenhum político teve o desaforo de ter essa atitude.

A Janira inaugurou, com a sua falta de educação, um exemplo que o povo nem ninguém quer seguir.

6 COMENTÁRIOS

  1. Apoiantes de Janira gostaram do acto e deram a devida publicidade e coube à milícia digital do Paicv transformar uma burrice em heroísmo. Trata-se de uma opção arriscada, porquanto no mesmo dia em que o Presidente da República apelava para regaste dos valores familiares e sociais como medida de recuperar a essência da nossa Nação, estribada em raízes judaico-cristãos. Janira é filha de pais marxistas e leninistas e portanto, família não é propriamente algo que diz muito, apesar das maquiagens e aparência. Dizem-se cristãos, ex-seminaristas, combateram e estão na origem de leis que confiscaram bens da Igreja na década de 70/80. Janira não tirou a mascara, não senhor. Janira simplesmente é uma analfabeta, e não é malcriada, e sim uma burrinha. Explico: Não é surpresa para ninguém que uma Oposição nunca se revê nos programas de governos, tanto mais que a Oposição nunca vota um programa de governo. Por razões óbvias: pensa diferente, tem opções diferentes tem objetivos e metas diferentes, e, logo, se demarca do programa, votando legitimante contra. Portanto, o Programa do Governo do MpD, há muito que foi recusada pelo Paicv, no Parlamento. Ora, dito de outro modo, a Oposição “rasgou”, politicamente o programa do governo no acto de sua aprovação. Janira é muito burrinha, e desconhece os mecanismos que a democracia adota para “rasgar” os programas de governo, quais sejam votar contra, moção de censura e outros mecanismos. Janira simplesmente quis mostrar como fazem os dementes ou vândalos, bandidos e dos fora da lei. Politicamente, Ulisses deu um capote à Janira. Vejamos, o Debate sobre o Estado da Nação foi simplesmente transformado em debate sectorial. Inteligentemente Ulisses não levou: Ministro da Cultura e o Paicv não tocou na cultura; Negócios Estrangeiros; Industria, Energia, Defesa Nacional; Integração Regional; Municípios; Pescas e até Saúde. Ou seja, o Paicv deixou de lado metade da governação de fora dos seus debates. Provavelmente era o conteúdo das folhas de papel que a Janira rasgou e como tal, coube ao Ulisses dar um show e o Paicv ir de reboque. Ora foi essa maior burrada da Janira. Por esta razão, sou pela tese de que Janira não é apenas malcriada, mas um burra simpática. Rasgou metade do discurso e com isso deixou metade da governação sem análise.

  2. Si na Verdade bu gosta de Djarfogo, pega um Cruz na mom, bu Reza bu disconjura:
    PaiCV na Fogo pa Nunca mas+

  3. A tropa de esquerda acha normal a atitude da janira e acusa o MpD de intolerância face às burrices da mulher. Que é uma atitude perfeitamente normal, que o culpado é o MpD e que janira merece desconto porque não bate bem da cabeça. Eu por mim, tanto faz, que ela faça isso mesmo e repita muito mais vezes e noutros lugares e circunstâncias. Na porta da escola da filha, se a nota não é a esperada, na porta da igreja se não passar no exame de primeira comunhão, na porta universidade se a filha reprovar de ano, na porta do tribunal, se a filha perder um processo, na pista de tartan se não cruzar a meta em primeiro lugar, na porta dos serviços de viação se reprovar no exame de condução. Mas que a janira seja coerente e faça isso mesmo, consigo própria na noite das eleições autárquicas quando perder as eleições e não cumprir as promessas de ganhar as câmaras, na noite das eleições legislativas quando não conseguir a maioria no parlamento e na noite das eleições presidenciais quando não conseguir eleger um presidente da República. Rasga sempre, é bom é bonito o povo gosta.

  4. Carlos Santos hoje mostrou ao país que tipo de jornalista é! Sem mínimo de vergonha, pago pelo estado, com dever à ética e deontologia, convidou 2 comissários e um desorientado para tentar desmontar tudo quanto se passou ontem no parlamento! É este o senhor que lidera a Ajoc e que tem agido em sintonia com a Janira. São cabada de mercenários. Basta ver a Rádio Nacional abrir espaços para estado da nação ouvindo mercenárias que andaram ao longo de anos, sob sucapa de ONG a mamar no estado. A TCV perdeu estribo com os dois comissários Marco e Nazaré. Marco faz algum esforço, mas Nazaré nem fingir sabe. Quem é que os paga salário? PAICV? Precisam de vergonha. Chamar Rosário e um desconhecido Constantino para limpar a burrice que aquela senhora fez ontem no parlamento é, no mínimo, falta de pudor. Na Inforpress ninguém sabe em que momento o Carvalho é militante ou é jornalista, para não dizer jornaleiro. Vamos agora aguardar para vermos se a Margarida não mete ordem naquela casa de desordeiros.

  5. “Para que o mal triunfe, basta que os bons fiquem de braços cruzados” . Edmond Burk.

  6. Os militantes tambarina são povo mais engraçado na face da terra
    Desafiei a Janira a rasgar papéis na noite de cada eleição que perder por promessa não cumprida. Um ex ministro do Governo de José Maria disse-me hoje na Praia que esse problema não se põe porque Janira sabe que não ganha eleições algumas e por isso não irá prometer nada.

Comments are closed.