A mudança no Fogo ainda é o MpD

2

A maravilhosa ilha do Fogo, não se sabe porque casta de castigo, é a ilha que foi mais castigada pelos governos do Paicv.

          

Em 45 anos deu-se todas e principais oportunidades ao Paicv, mas, paradoxalmente, a ilha recebeu do Paicv as maiores chicotadas de sempre.

Chicotadas em termos de investimentos e chicotadas em termos de repressão.

É na ilha do Fogo onde vamos encontrar os maiores abusos das actividades policiais.

É caso para se questionar o papel das elites (todas) da ilha do Fogo!

Que no meu entender deixaram ser ultrapassados pelas elites de São Vicente, apesar de um registo de uma enorme superioridade de foguenses como membros de governos e desempenhando cargos de relevos na Administração Pública Central. O que é que se passou?

Não se pode negar, isto é facto!

É a ilha que conheceu um recuo visível ou dito de outra forma conheceu uma estagnação inexplicável. E inaceitável!

Não sei e estou curioso para saber qual será o discurso do meu amigo Nuías na corrida para a Câmara de São Filipe?

O que é que o Nuías pode dizer ao povo de São Filipe?

Como é que ele se vai justificar a triste realidade que deixaram na ilha, depois de 45 anos?

O Nuías vai dizer que é tudo mentira? É tudo invenção do MPD? Pode o Nuías dizer que as culpas não são do seu partido? E dizer, por exemplo, que as culpas são do MPD?

Como é que ele vai se justificar o monstruoso e fracassado projecto do Anel Rodoviário do Fogo?

A obra mais cara de Cabo Verde, como país independente? Mais cara e mais incompleta!

O Nuías vai dizer que é tudo mentira ou vai pedir desculpas para poder “normalizar” o maior desastre cometido na ilha do Fogo e em Cabo Verde?

O Paicv fez no Fogo asneiras que não conseguiram fazer em nenhum outro canto do país! Mas porquê o Fogo?

O povo do Fogo vai perdoar o Paicv por estas lides de corrupção, desmandos e de desgovernação?

Será muito complicado!

O Nuías não calculou muito bem os riscos da sua candidatura.

Pois! Talvez por falta de experiência! Terá visto algum desgaste na Administração camarária e terá concluído “esta é a minha grande oportunidade”!

Não é verdade! Nem sempre isso é suficiente.

O Nuías não terá avaliado muito bem o passado recente da actuação do seu partido e dos seus sucessivos governos na ilha do Fogo. E os sucessivos desastres do desempenho das Câmaras do Paicv da ilha.

Tenho a certeza que foi essa a principal razão. Perdendo a Câmara, ele pode perder o lugar de deputado. Nuías fez um péssimo cálculo político.

Se o Jorge Nogueira fizer aquilo que sabe que tem de ser feito nesta corrida, e se o fizer no tempo exacto, o Nuías vai ser comigo politicamente. Não o Nuías pessoalmente, o peso mórbido dos insucessos do partido que ele representa.

Pois, os sucessivos governos do Paicv nunca se preocuparam em investir na ilha do Fogo, porque sempre entenderam que o Fogo é deles.

Fazendo ou maltratando, eles diziam que aquela gente é nossa e nunca vai deixar de votar em nós.

Foi aí que a porca torceu o rabo!

Não houve nenhum investimento importante e estrutural no Fogo. O Paicv falhou no Fogo.

Deixou-se a ilha a sofrer para uma morte lenta.

Os investimentos no aeroporto são fundamentais. Os investimentos na agricultura e pecuária são importantes, para se recuperar a tradição da ilha.

Regularizar os transportes marítimos e aéreos. E apostar fortemente no turismo, tendo o vulcão como o centro das actividades.

O Fogo é um grande activo de Cabo Verde. É um dos seu melhores activos. Não se pode deixar a ilha do Fogo para trás.

Sem deixar de mencionar o peso das transferências de emigrantes do Fogo. Que é um activo importante, para o desenvolvimento do Fogo e do país.

Cabo Verde tem uma dívida significativa para com a ilha do Fogo! Essa dívida tem de ser saldada.

2 COMENTÁRIOS

  1. Um requerimento para O País
    Por favor investiguem o passado do Gonçalo Amarante e publiquem as roubalheiras que fez. Um roubo foi material do projecto de Praia Formosa para construir a casa dele. Para se safar entrou para o MpD recém criado na artimanha de alegar perseguição política. Mas, a punição foi publicada no boletim oficial no 53, de 31/12/1998, acórdão 4/88, do Supremo Tribunal. O processo crime não avançou porque deu se a mudança w depois a amnistia. O outro roubo foi na Comissão Liquidatária da Empresa Justino Lopes. qui safou se com as eleições de 2001, dado apanhado no roubo voltou ao z PAICV e hoje é um inimigo violento do MpD. Ele tem histórias de roubo de terrenos em Santa Cruz e era um serviçal de um certo advogado já falecido. Investiguem. Leiam no Facebook o que ele está a escrever. E preciso dizer a todo o Mundo que ele foi um ladrãozinho e foi dirigente do MpD.

Comments are closed.