Abraão Vicente reúne-se com LIGOC SV e grupos de mandingas em São Vicente

0

As partes irão abordar a suspensão de todas as atividades de Carnaval, e a verba de 10 milhões de Escudos inscritos no Orçamento de Estado para financiamento dessa atividade cultural

O Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, reúne-se, este sábado, 15, com os membros da Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval de São Vicente – LIGOC SV e representante do Mandinga, em São Vicente.

De acordo com informações oficiais, neste encontro o titular da pasta da cultura e das indústrias criativas e os representantes dos desfiles de carnaval em São Vicente irão abordar a suspensão de todas as atividades de Carnaval, decidida em Conselho de Ministros e publicada através da Resolução no 3/2022, que aprova as medidas específicas de prevenção e contenção da pandemia Covid-19, aplicáveis ao período festivo do Carnaval e Cinzas em todo o território nacional e também às celebrações do “Dia do Município”, bem como a verba de 10 milhões de Escudos Cabo-verdianos inscritos no Orçamento de Estado para financiamento do Carnaval.

Recorde-se que recentemente o Governo de Cabo Verde decidiu pela suspensão de todas as atividades relativamente ao Carnaval e outras manifestações de cariz cultural que venha propiciar ajuntamento e aglomeração devido ao agravamento dos números de casos de Covid- 19 em Cabo Verde. Entretanto, o Governo através do MCIC decidiu manter a verba direcionar o financiamento do Carnaval, a nível nacional, para projetos apresentados pelos grupos de carnaval.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui