Alex Saab será presente a Juiz amanhã, em Miami

2

Confirmação é feita pelos Estados Unidos da América que agradecem Cabo Verde pela “assistência e perseverança” neste “caso complexo”

O alegado testa-de-ferro do (ainda) Presidente da Venezuela, acusado pelos EUA de branqueamento de 350 milhões de Dólares, detido no Arquipélago desde junho de 2020, extraditado ontem para território Norte-americano, vai ser amanhã, segunda-feira, presente a um Juiz, em Miami.
Segundo o Departamento de Justiça Norte-americano, Alex Saab deve ser apresentado ao Juiz amanhã, cerca das 13 horas (locais) ao Tribunal Federal dos EUA no distrito do Sul da Florida.

Entretanto, os EUA agradecem Cabo Verde pela “assistência e perseverança” neste “caso complexo”, elogiando a sua “admiração” pelo profissionalismo do sistema judicial Cabo-verdiano.

Alex Saab, 49 anos, foi detido pela Interpol e pelas autoridades nacionais Cabo-verdianas a 12 de junho de 2020, na sequência de uma escala técnica no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na Ilha do Sal, com base num mandado de captura internacional emitido pelos EUA, a meio de uma viagem para o Irão, supostamente em representação da Venezuela.

A extradição chega ao fim de um longo processo judicial em que a defesa do arguido tentou várias vezes a soltura do seu cliente mas sem sucesso. Entretanto, a defesa adianta que não foi notificada desta decisão pelo que está a analisar o que considera “violação” do processo.

2 COMENTÁRIOS

  1. O Estado de Cabo Verde deveria constituir-se “assistente” neste processo para sabermos das razões do grande interesse do paicv neste processo.

  2. E cadé assistencia medica ou internamento.
    A defesa disse que estava em convakescencia e com doença grave que precisa ser tratado.
    A historia está ou foi mal contada

Comments are closed.