Antony Blinken denuncia apoio da China ao esforço de guerra da Rússia na Ucrânia

0

Secretário de Estado Norte-americano afirmou que o apoio da China à Rússia na guerra contra Ucrânia “tem de acabar”

Antony Blinken, denunciou hoje o apoio da China ao esforço de guerra da Rússia na Ucrânia e defendeu que tal “tem de acabar”.

“A ajuda permite à Rússia manter a base militar-industrial, manter a máquina de guerra, manter a guerra. Isto tem de acabar”, declarou Blinken numa conferência de imprensa conjunta com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, em Washington,

Jens Stoltenberg, Blinken destacou que cerca de “70% das máquinas importadas pela Rússia” e “90% dos equipamentos de microeletrónica” vêm da China, o que sustenta a máquina de guerra Russa.

Stoltenberg reforçou que a China não pode manter relações comerciais normais com os países Europeus enquanto apoia a guerra na Europa.

O G7, em recente cimeira, também apelou à China para que cesse a transferência de componentes de armamento à Rússia.

O presidente Ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou que o Presidente Chinês, Xi Jinping, garantiu-lhe que a China não venderá armas à Rússia.