BONIFICAÇÃO CRÉDITO HABITAÇÃO JOVEM: Governo represtina lei que dá mais abrangência

3

Governo altera de 5 para 7 mil contos valor do crédito para aquisição, construção ou melhoramento da primeira habitação própria e permanente, bem como os juros e comissões cobrados

A decisão foi adotada na última sessão do Conselho de Ministros. No fundo, o Governo revogou uma decisão do anterior executivo do PAICV que, após adotar o projeto Casa para Todos, revogara um decreto lei anterior que conferiria juros bonificados a cidadãos que quisessem recorrer a empréstimos de até 5 mil contos para construção.

O atual Governo, analisando que o Casa para Todos não teve abrangência, entendeu revogar o decreto lei número 46/2014 de 10 de setembro que por sua vez revogava o decreto-lei número 37/2010 de 27 de setembro, ambos adotados pelo governo do PAICV.

Com esta medida do Governo de Ulisses Correia e Silva, a abrangência do regime crédito bonificado à habitação “será maior” e permite que famílias com recursos financeiros escassos possam aderir a esta bonificação.

Uma das novidades desta medida do Governo suportado pelo MpD, é que o valor máximo do empréstimo passa a ser de 7 e não 5 mil contos como previa o PAICV.

Refira-se que o aumento de rendimento disponível das famílias e o combate à pobreza constam como compromissos do Governo da IX legislatura.

3 COMENTÁRIOS

  1. Pois exelente passo do Governo, mas muita atenção que esse mesmo Governo está lutando para acabar com a divida publica e isse decreto so vai nos colocar mais dividas e nao so os Bancos comerciais estao a luz com dividas publica como é que vao facilitar creditos aos jovens, e mais esses credidos serao canalizados mais para jovens, e esses mesmos como é que vao indevidadar se nem um emprego tem, porque estatisticas revelam que maioria dos nossos jovens licenciados sao desempregados e com comoremissos com Bancos que financiaram os seus estudos superiores até hoje.
    Haja quarencia para certas coisas que se fazem nessa terra.

Comments are closed.