BRASIL: Ordem do Supremo Tribunal Federal permite libertação de Lula da Silva

1

A ordem foi proferida no último dia antes do recesso do Judiciário. O despacho diz que a liminar deverá ser referendada pelo plenário, que só volta a reunir-se em fevereiro

O Ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal concedeu nesta quarta-feira, 19, um liminar para libertar todos os condenados em segunda instância que ainda tem recurso pendente de julgamento.

Essa medida inclui o ex-presidente Lula da Silva, condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Importa dizer que a libertação destes presos, Lula incluído, não vai ser imediata. Cabe a cada advogado solicitar, ao juiz que atribuiu a pena, a efetivação da libertação e cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal, que é o que o advogado do ex-Presidente do Brasil vai fazer ainda hoje.

Recorde-se que Lula da Silva está preso em Curitiba desde abril.



1 COMENTÁRIO

Comentários estão fechados.