Cabo Verde tem 610.328 assinantes de telemóveis, mais do que habitantes

0
59

O número de telemóveis em Cabo Verde, onde reside meio milhão de pessoas, atingiu os 610.328 no final do ano passado, registando um decréscimo após oito anos de consecutivo crescimento, segundo dados oficiais

Segundo os indicadores estatísticos do mercado das telecomunicações eletrónicas em Cabo Verde, ano de 2018, esta terça-feira, 14, reveladas pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia, ARME, no final do ano passado existiam 610.328 assinantes de telemóveis, 379.076 assinantes da Internet, 62.680 assinantes de telefones fixos e 9.829 de televisão por assinatura.

O documento refere que nos últimos oito anos se registou uma tendência crescente do acesso às comunicações móveis, a qual mudou em 2018, com um pequeno decréscimo, quer no serviço de voz, quer no serviço de acesso, a Internet 3G.

Segundo a ARME, o número total de cartões ativos no mercado móvel em Cabo Verde era de 610.328 no período em análise, o que representa uma diminuição de 0,9% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

O tráfego efetuado nas redes móveis totalizou, no ano de 2018, 1.109 milhões de minutos, representado um crescimento de 24%, em relação ao ano anterior.

No mesmo período foram enviados cerca de 65 milhões de mensagens curtas, o que representa um aumento de 26% em relação ao trimestre homólogo do ano 2017.

No serviço de rede fixa, esta contava com 62.680 assinantes no final de 2018, o que representa uma taxa de penetração de 11,5 acessos por 100 habitantes, a qual corresponde a um ligeiro decréscimo de 3,5% em relação ao período homólogo do ano passado.

Com Lusa

- PUBLICIDADES -

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui