Cardeal Tagle ordena 24 Diáconos e pede-lhes para serem “amigos” de Jesus e dos pobres

0

Entre os ordenados está o Cabo-verdiano Ricardo Fortes, da Diocese de Mindelo

O Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, o Cardeal Filipino Luis António Tagle, que presidiu no sábado, 30, na Basílica de São Pedro, em Roma, à solene Eucaristia durante a qual foram ordenados Diáconos 24 candidatos, um deles de Cabo Verde, instou os novos servidores a serem “verdadeiros amigos” de Jesus Cristo e não do poder ou da ambição. “Amigos” do Evangelho e dos pobres, ajuntou.

Na homilia da Missa a que presidiu, e que concelebrou, de entre outros, o Bispo de Mindelo, Dom Ildo Fortes, e vários Sacerdotes Cabo-verdianos, o Cardeal Tagle recordou que a amizade com Jesus faz do serviço um ato de amor, não uma função ou uma obrigação. “A amizade com Jesus tornará extraordinário o trabalho de todos os dias”.

Graças a essa amizade, ajuntou, “a obediência não é opressão, mas disponibilidade, o celibato é comunhão, o ministério é autodoação, a fadiga é alegria, os momentos obscuros são brilhantes”.

Entre os 24 novos Diáconos, há o Cabo-verdiano de Santo Antão, Diocese de Mindelo, Ricardo Fortes. Os outros ordenados são provenientes de 15 países dos Continentes Asiático, Africano e da Oceania, de países como Índia, Paquistão, Indonésia, Bangladesh, Sri Lanka, Timor Leste, Samoa, Tanzânia, Senegal, Burundi, Sudão do Sul, República do Congo, Angola e Benin.