CargoLux e LuxAir podem ser importantes na ligação Cabo Verde com Europa

1

Posição é do Ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, que esteve em visita àquele País

Carlos Santos considerou de positiva a sua visita realizada esta semana a Luxemburgo trazendo como um dos resultados a ideia de que Cabo Verde tem em LuxAir e CargoLux dois potenciais parceiros que podem ser muito importantes para o desenvolvimento do hub aéreo do Sal e o reforço da conectividade do País com a Europa.

O Ministro disse ter saído convicto de um encontro com responsáveis destas duas empresas Luxemburguesas de que poderão constituir-se importantes parceiros para a tal conectividade com a Diáspora que o Governo quer alavancar e no aumento do leque de opções do destino das mesmas para Cabo Verde.

Carlos Santos deu conta ainda da intenção da LuxAir iniciar a breve trecho voos para as Ilhas de São Vicente, Sal, Boa Vista e Santiago. Os voos existentes são para manter e aumentar, logo que a companhia consiga mais aviões, uma vez que já opera na sua capacidade máxima, tendo neste momento 19 aparelhos em operação.

Salienta-se que a LuxAir cobre uma região importante para o turismo Cabo-verdiano, como também para a Diáspora Cabo-verdiana, nomeadamente a Alemanha, a Holanda, a Bélgica e França, para além do Luxemburgo.

A LuxAir e o Ministério do Turismo e Transportes acordaram ser importante uma visita governamental ao mais alto nível dos dois lados no sentido do reforço da vertente política da cooperação o que está a ser trabalhado com a imprescindível colaboração da Embaixada de Cabo Verde em Luxemburgo que, de resto, tem feito um excelente trabalho nesse sentido.

Com a CargoLux (Cargolux Airlines International SA), empresa de carga aérea ficou a possibilidade de que poderá colocar à disposição de Cabo Verde a sua capacidade formativa incluindo simuladores de voos compatíveis com as necessidades do País.

1 COMENTÁRIO

  1. Duvido, e muito, da Luxair na retoma de operacao aerea em CABO VERDE. Ela tem uma PESSIMA HISTORIA NA ANTERIOR OPERACAO EM CABO VERDE E CABOVERDIANOS NOS ANOS NOVENTA. TAMBEM COM ANGOLA, GUINE E SAO TOME. OS NACIONAIS DESTES PAISES NAO TERAO GOSTO EM VIAJAR COM ESSA COMPANHIA. MUITOS TEM FICADO EM TERRA E SEM QUALQUER RESPOSTA OU ASSUNCAO DA RESPONSABILIDADE DA LUXAIR, TENDO OS GOVERNOS RESPETIVOS QUE AJUDAR TODOS OS PASSAGEIROS PREJUDICADOS. O SR MINISTRO NAO PODERA’ VIABILIZAR A OPERACAO COM A LUXAIR. A HISTORIA E’ BEM DURA E CRUEL.

Comments are closed.