Carlos Veiga, o único com perfil e legado para Presidente da República

1

Este é o único candidato com perfil, com legado para ocupar o mais alto cargo desta nação crioula, Carlos Veiga.

Ninguém como ele, defendeu o povo cabo-verdiano a sua dignidade e liberdades. Por isso o que alguns hoje juram defender e conhecer mais do que ninguém, a Constituição da República de 92, foi uma luta dele, e um ganho do povo Cabo-verdiano, não se deixem enganar.

O homem tem na sua essência e percurso, a luta pelos valores que viriam a ser direitos fundamentais em sentido formal, mas que sempre tiveram essa dignidade, e ele soube a vida toda encará-los como tal.

Ao contrário do que se pretende colar, ele não é apenas um candidato do MpD, é um candidato apoiado sim pelo MpD, mas é muito mais do que isso.

Dr. Carlos Veiga não lutou pela dignidade dos militantes do MpD, ele sempre lutou pela dignidade de todos os Cabo-verdianos, residentes e na diáspora, por isso ninguém melhor do que ele para ser o garante da unidade desta nação e deste povo.

1 COMENTÁRIO

  1. Tanto Carlos Veiga quanto JMN, ambos têm maturidade, percurso político, conhecimento do País Real e experiência governativa que fazem deles os únicos candidatos com perspectivas de ganhar o pleito e exercer a Magistratura Presidencial. Seguramente que todos também terão anticorpos nos respectivos partidos de suporte, por erros, vaidades e omissões que prejudicaram respectivos militantes e estruturas partidárias. A grande diferença e’ que Carlos Veiga terá revelado maior humildade e frontalidade na assunção dos seus erros, redimindo-se perante o Partido que criou com demais companheiros, sem nunca ter deixado de ser a principal referência da assencao e marca do Movimento para a Democracia . Diferentemente, JMN, para quem o conhece de ginjeira, e’ uma personalidade difícil, hermético, inflexível e capaz das maiores baixezas contra os seus próprios Camaradas . Fica na memória colectiva a safadeza que montou com o seu grupo ( Armindo Mauricio, Cristina Fontes, Mário Matos, Rui Semedo, Manuel Inocencio e …) para impedir que Aristides Lima chegasse à presidência da República, usando em serviços sujos um punhado de jovens comandados pelas suas amantes, para distruir nas redes sociais e não só, a imagem e o caráter de Aristides Lima e seus principais apoiantes . Mais tarde, com o mesmo sarcastismo, permitiu que esse mesmo punhado de jovens, com avultados desvios de bens do Estado, montassem um golpe para tomar o Partido, impedindo assim qualquer possibilidade de regeneração de Aristides Lima e Felisberto Vieira.
    Jamais se viu o JMN a reconhecer a sua responsabilidade no descalabro político, moral e organizativo do PAICV e, ao que se sabe, nunca se aproximou das suas vítimas para, mesmo ao pé de orelha, pedir desculpa pelos golpes, ou quiçá, assumir responsabilidades pela quebra de confiança e liquidação da camaradagem .
    Creio que C. Veiga estará perdoado mas duvido que com o ZMN suceda o mesmo!
    Contudo, veremos o que irá acontecer !

Comments are closed.