CERMI capacita formadores de países da CEDEAO

0

O Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial deu início na última segunda-feira, 15, a mais uma ação de formação, destinado a 15 formandos provenientes da CEDEAO

A formação é em Eficiência Energética, e engloba países de expressão anglófona da CEDEAO, incluindo a participação de dois representantes de Cabo Verde.

Dos países contemplados, desta formação de 15 dias, estão a Nigéria que conta com quatro formandos, Gana, Gâmbia, Libéria e Cabo Verde, todos com dois, e a Serra Leoa com um representante.

A capacitação tem a particularidade de acolher um representante do Burkina Faso, que participa como observador, no âmbito da sua preparação para ministrar uma formação idêntica que terá lugar em setembro, desta feita destinada aos países francófonos da CEDEAO.

A escolha dos outros 14 formando resultou de um processo de seleção, organizado ao nível de todos os países em referência, e que foi muito concorrido, tendo contado com a apresentação de 144 candidaturas.

A formação tem como objetivo, a capacitação dos participantes com ferramentas que lhes permitirão, mais tarde, formar técnicos da área nos respetivos países, replicando os conhecimentos adquiridos e respondendo à ótica de ajudar esses países a implementar as suas políticas e ações no domínio da transição energética, que constitui, atualmente, uma grande aposta em todo o universo da sub-região.

O PCA do CERMI, Luís Teixeira, adiantou que a iniciativa visa, também, projetar a instituição como Centro Regional, pelo que afirmou “são necessárias parcerias, apoios e sinergias”.

De referir que esta é a segunda formação do género, destinada aos países anglófonos da CEDEAO e enquadrada na estratégia de ancoragem regional do CERMI, sendo a primeira, sobre Energia Solar Fotovoltaica, que teve lugar em março deste ano beneficiando 16 participantes dos países anglófonos da região, além de Cabo Verde e da Guiné-Bissau.

- PUBLICIDADES -