CHINA: Professor isola aluno com cancro para não contagiar colegas

0

O professor disse ao aluno que por estar doente não tinha direito a estar na escola

Um professor de uma escola em Quanzhou, na China, foi acusado de isolar do resto da turma um aluno de 11 anos que tem cancro. Segundo o South China Morning Post, a justificação do professor prende-se com o facto de recear que o rapaz seja contagioso.

O aluno, identificado como Zhou, transferiu-se para a escola em setembro para estar mais próximo dos pais enquanto se submete ao tratamento de quimioterapia face ao linfoma não-hodgkin. Mas o professor, que ensina línguas, não concordou com o facto do rapaz ter sido transferido e chegou a questionar o direito de ele estar na escola estando doente.

Zhou Xiongying, o pai do menino, só se apercebeu que algo não estava bem quando o filho não teve nota depois de um teste. Falou com filho e este contou-lhe aquilo que se estava a passar nas aulas. De forma a chamar a atenção para o caso, publicou a história nas redes sociais.

“O meu filho sentou-se lá atrás durante os 45 minutos do teste. O que é que ele estaria a pensar? Quão triste deve ter sido?”, escreveu. Também foram publicadas imagens do rapaz no fundo da sala, afastado dos colegas.

O diretor da escola prometeu resolver a situação. O professor acusado de ter isolado o rapaz encontra-se atualmente de baixa.