Chuvas/Estragos. Portugal atribui 150 mil Euros a Cabo Verde para apoiar plano de recuperação

O Governo Português atribuiu hoje um primeiro apoio financeiro de 150 mil Euros a Cabo Verde, para apoiar o plano de emergência, após as cheias de setembro na Cidade da Praia, admitindo alargar a colaboração às obras de reconstrução, com empresas de Portugal

          

“Estamos e estaremos evidentemente disponíveis para pensar em outras formas de apoio, designadamente nas obras de reconstrução que sejam necessárias e para as quais o concurso das empresas Portuguesas possa ser útil”, disse o Ministro dos Negócios Estrangeiros Português, Augusto Santos Silva, após a assinatura do protocolo, com o Governo, para o “apoio extraordinário”, que decorreu em simultâneo em Lisboa e na Praia.

Augusto Santos Silva sublinhou, por videoconferência, a partir de Lisboa, tratar-se de um “primeiro apoio” para “mitigar” os efeitos das cheias de 12 de setembro na Capital Cabo-verdiana, e sobretudo “ajudar as suas populações”, permitindo “aumentar os recursos financeiros imediatamente disponíveis” para a primeira intervenção das autoridades Nacionais.

Este apoio do Estado Português foi direcionado para as necessidades de realojamento das populações afetadas pelas cheias, tendo sido mobilizado a partir do orçamento do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

No final da cerimónia, na Praia, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Luís Filipe Tavares, destacou que o Governo já garantiu cerca de meio milhão de Euros de apoios de emergência de parceiros internacionais para este plano de emergência face às cheias de setembro, que além da destruição de casas, estradas, muros e outras estruturas, também provocaram a morte de um bebé.

“É um gesto de solidariedade que o Governo de Cabo Verde muito aprecia”, destacou o governante, elogiando o “envolvimento” das empresas Portuguesas na reconstrução das zonas afetadas pelas cheias, mas também a colaboração das autoridades Portuguesas de saúde no combate à Covid-19 no Arquipélago, traduzindo-se “num apoio muito importante, em várias frentes”