Cidade da Praia acolhe workshop sobre impacto das infraestruturas nas zonas costeiras em Cabo Verde

0

O evento realizar-se-á de 16 a 18 do corrente mês, na Universidade Jean Piaget, promovido pela Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento, ADAD

Para além de encontros, debates, conforme consta no programa, haverá também visitas de terreno ao CERMI, Electra e Gamboa, para o último dia.

Segundo avançou o Presidente da ADAD, Januário Nascimento, o encontro está inserido no âmbito do projeto “Impacto das infraestruturas nos ecossistemas das zonas costeiras nos países da África Ocidental” implementado em Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Conakry, Mauritânia e Senegal.

Avaliado em 1.5 milhões de dólares, explicou que no Arquipélago o projeto é coordenado pelo Instituto Nacional de Gestão do Território em parceria com a ADAD, e visa avaliar o impacto das infraestruturas no ecossistema marítimo e promover várias ações, como visitas de estudos, plantação de árvores, ateliês e encontros para dinamizar as organizações que se ocupam com a questão.

Em Cabo Verde, o projeto está a ser implementado nas ilhas da Boa Vista e de Santiago e é financiado pela fundação MAVA, em parceria com o Programa de Conservação Marinha e Costeira e o Wetlands Internacional África, sediado no Senegal.

Para quinta-feira, 16, está prevista a realização de uma conversa aberta com os Jornalistas ligados à questão do ambiente e da proteção das zonas costeiras, e, nos dias 17 e 18, acontece o ateliê sobre “O impacto das infraestruturas nas zonas costeiras em Cabo Verde” destinado aos técnicos das questões ambientais e da orla costeira, organizações da Sociedade civil, universidades e escolas.

Organizado pela ADAD, em parceria com a Universidade Jean Piaget e com a Rede dos Jornalistas para o Ambiente, o evento será uma oportunidade para os participantes refletirem e debaterem sobre a redução dos efeitos negativos do desenvolvimento das infraestruturas nas zonas costeiras em Cabo Verde sobretudo na ilha da Boa Vista.

- PUBLICIDADES -