Cidade da Praia e Cidade Velha consagradas Capitais da Cultura da CPLP

0

A Cidade da Praia e a Cidade Velha foram consagradas como Capitais da Cultura da CPLP, para o Biénio 2018-2020. A decisão saiu no final da XI Reunião de Ministros da Cultura da CPLP, numa cerimónia que teve lugar no Palácio da Cultura Ildo Lobo

A razão dessas distinções, de acordo com o Governo, acontece, porque a Cidade Velha, foi a primeira metrópole portuguesa nos trópicos, berço da Nação Cabo-verdiana e Património Mundial da Humanidade e “guarda consigo a nossa história e o início do nosso percurso como um povo”.

Já a Cidade da Praia, veio a ocupar o lugar de Cidade centro, Capital do País é rica culturalmente e hoje é palco de vários eventos culturais.

Perante uma plateia composta pelos Ministros da Cultura dos países da CPLP, o Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, frisou que “na Cidade Velha aprendemos a olhar para o passado com os olhos postos no futuro”.

A Cidade Velha vem se transformando ao longo dos anos e Manuel de Pina, frisou sobre isso, ressalvando que no ano em que se comemora o X aniversário da Cidade Velha – Património da Humanidade, “este título” de Capital da Cultura da CPLP “é mais um precioso estímulo para que consigamos concretizar os nossos ambiciosos objetivos”.

Já o Presidente da Câmara da Praia, Óscar Santos, fez questão de realçar, que a Capital Cabo-verdiana, desde 2017, pertence à Rede Mundial das Cidades Criativas da UNESCO, passando a ser a terceira Cidade africana e a décima nona a nível mundial a integrar a rede no domínio da música. Pois segundo diz é “um reconhecimento do desenvolvimento e da dinâmica cultural da Capital” do País.

- PUBLICIDADES -