CIMEIRA SINGAPURA: 13 segundos de um aperto de mão

0

É um dos momentos altos desta cimeira que acontece hoje em Singapura. Os dois líderes se cumprimentaram

O primeiro aperto de mãos entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o Presidente da Coreia do Norte, Kim Jon-un, demorou exatamente 13 segundos.

As imagens sugerem que os dois líderes se cumprimentam com igual força e determinação.

Controlo

Entretanto, os primeiros 60 segundos do encontro histórico mostra duas personalidades que tentam assumir o controlo da cimeira.

Uma especialista em linguagem corporal, citado pela agência Reuters, analisou pormenores dos momentos iniciais do encontro entre Trump e Kim e segundo observou por diversas vezes Donald Trump colocou a mão no ombro e nas costas de Kim. Gestos que indicam o desejo de estabelecer domínio e controlar a situação.

Num outro ângulo, a especialista dá conta de um Trump mais falador e de um Kim mais atento a escutar.

Ao caminharem para a sala de reuniões, Trump assumiu o rumo da conversa, enquanto o líder norte-coreano parecia escutar atentamente, virando-se para Trump várias vezes. No mesmo percurso, Kim tocou no braço do presidente norte-americano, numa tentativa de mostrar o controlo do encontro.

Nervosismo

A especialista revela que já no interior da sala de reuniões, os dois líderes tiveram dificuldades em esconder o nervosismo.

Donald Trump sentou-se com as costas eretas e as mãos em forma de campanário, uma posição de poder que o Presidente norte-americano utiliza frequentemente.

Kim Jong-un inclinou-se no braço da cadeira para o lado em que estava sentado Donald Trump e olhou para o chão algumas vezes, sugerindo um leve desconforto e demonstrando o tradicional sentido de consideração coreano.