Conferência Episcopal reunida na Diocese de Santiago

0

Este encontro anual deveria acontecer em Bafatá, mas com a morte do Bispo local, Dom Pedro Zilli, vítima de Covid-19, o Cardeal Arlindo Furtado ofereceu-se para acolher esta magna reunião dos Bispos de Cabo Verde, Guiné-Bissau, Senegal e Mauritânia

A Conferência Episcopal Interterritorial está reunida na Diocese de Santiago, desde ontem, terça-feira, 9, para entre outros assuntos preparar a exortação para a Quaresma do próximo ano.

Este encontro que decorre até o dia 14 do corrente mês, acontece anualmente numa diocese diferente. Este ano estava previsto para Bafatá, em Guiné-Bissau, mas devido à morte do bispo daquela diocese, Dom Pedro Zilli, vítima de Covid-19, o Cardeal Dom Arlindo Furtado ofereceu-se para acolher essa reunião, que reúne Bispos de Cabo Verde, Guiné-Bissau, Senegal e Mauritânia.

Estão 9 bispos presentes. 6 são do Senegal, 1 da Guiné-Bissau, 2 de Cabo Verde, um padre, Administrador apostólica de Bafatá e o padre secretário. O bispo da Mauritânia, diz a Diocese, por razões de saúde não pode estar presente.

Segundo a Diocese de Santiago, durante esses dias, haverá o habitual encontro com o Núncio Apostólico, representante do Papa para estes quatro países da Região da África Ocidental. “O Núncio Apostólico para estes 4 países, virá de Dakar para participar um dia na jornada dos nossos trabalhos. Geralmente faz uma comunicação oficial aos bispos e partilha connosco alguns assuntos ligados à Santa Sé”, adiantou Dom Ildo, em declarações reproduzidas pela Diocese.

O encontro termina no domingo com uma Missa na Pró-catedral Nossa Senhora de Nossa Senhora da Graça, presidida pelo Cardeal Dom Arlindo.