Coronel Brasileiro suspeito de planear golpe contra Presidente detido

0

Bernardo Romão Corrêa Neto está a ser investigado por alegado envolvimento na preparação de um golpe contra Lula da Silva, quando este tomava posse

A Polícia Federal Brasileira deteve, este domingo, 11, na Capital Brasília, um Coronel militar, suspeito de preparar um golpe contra o atual Chefe de Estado Brasileiro.

Bernardo Romão Corrêa Neto está a ser investigado por alegado envolvimento na preparação de um golpe contra Lula da Silva, quando este tomava posse

Segundo a TV Globo, o Coronel é suspeito de ter organizado uma reunião de oficiais das forças especiais do exército, a 28 de novembro de 2022 para discutir um golpe de Estado, um mês após a segunda volta das eleições Presidenciais, que deram vitória Lula da Silva, contra o então PR, Jair Bolsonaro.

Bernardo Romão Corrêa Neto era então adjunto do Comando Militar do Sul e apontado como confidente do tenente-coronel Mauro Cid, próximo colaborador de Bolsonaro.

Segundo consta, a Polícia intercetou conversas no seu celular que mostram que Corrêa Neto escolheu para esta reunião militares treinados nas Forças Especiais conhecidos como ‘Kids Pretos’, o que “demonstra o planeamento meticuloso para usar técnicas militares contra o próprio Estado Brasileiro para a consumação do golpe de Estado”.

Um Juiz do Supremo Tribunal Federal, afirma num despacho que legaliza a prisão do Coronel militar, que houve um plano de disseminação de notícias falsas “pelas Forças Armadas e demais membros do grupo de violência para desacreditar o processo eleitoral”, e o objetivo era criar um “clima favorável ao golpe de Estado”, ajuntou.



COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui