Covid-19 com reflexos diretos no PIB nacional

1

Governo e PR reuniram-se ontem com Covid-19 e Agenda 2030 em pauta

A pandemia do novo coronavírus está a impactar, negativamente, o PIB que está a registar uma “desaceleração”, em resultado dos impactos das medidas “altamente restritivas” em termos económicos e sociais, aliados aos choques exógenos que afetam a dinâmica da atividade económica, com destaque para o turismo, outro setor “severamente afetado” nos últimos três meses.

A constatação é do vice Primeiro-Ministro e Ministro das Finanças e foi partilhada ontem, durante um encontro de mais de duas horas com o Presidente da República.

Olavo Correia que acompanhou o PM, Ulisses Correia e Silva, num encontro de trabalho com Jorge Carlos Fonseca, em que se apresentou ao PR o quadro do impacto económico e social da pandemia no Arquipélago, escreveu na rede social Facebook que o choque da Covid-19 “foi, e está a ser, tremendo” em Cabo Verde.

O governante deu conta de uma “redução” das oportunidades de negócios e “perda” na produtividade total dos fatores, com reflexos diretos no PIB nacional.

Esse “novo quadro”, diz o vice PM “impõe, acima de tudo, a recentragem das prioridades, tendo como foco a salvaguarda da vida humana, o relançamento da economia e a mitigação dos efeitos económicos e sociais da Covid-19.

Na reunião de ontem, o Governo aproveitou para informar o PR sobre a Agenda 2030, no concernente à Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável de Cabo Verde – ODS, “concretamente”, as linhas orientadoras para construção da ambição do País nesse espaço temporal. “Um exercício que contamos com a participação de todos os Cabo-verdianos”, desejou Correia, para quem, para lá dos diferendos políticos ou dos posicionamentos profissionais, “é fundamental” que a liderança Cabo-verdiana, a Sociedade “e todos nós estejamos convergentes, em relação às prioridades do País, nos próximos anos, para que possamos eliminar a pobreza que atinge cerca de 180 mil pessoas e ter um País desenvolvido e inclusivo no horizonte 2030”.

1 COMENTÁRIO

  1. Importante a referência do Ministro das Finanças, no momento em que o Paicv e seu aliado a Ucid, de tão loucos, pedem aumentos salariais. A Covid-19 veio pôr a nu o despreparo da Janira para governar uma cozinha, em tempos de crise.

Comments are closed.