Criado corredor aéreo entre Cabo Verde e Portugal

1

A partir do dia 1 de agosto, os dois países voltam a estar ligados por via aérea. Mas não são voos comerciais. Passageiros obrigados a testes PCR

          

O corredor aéreo entre Cabo Verde e Portugal já está oficialmente criado, informou hoje o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades. Cabo Verde abre essa exceção com Lisboa, a pedido de Portugal.

Luís Filipe Tavares, acompanhado do Embaixador de Portugal em Cabo Verde, anunciou, que não se trata de voos comerciais, mas de caráter oficial, de negócios e profissionais e também para estudantes.

Esses voos que vão iniciar no próximo sábado, 1 de agosto, acontecem a partir de São Vicente e Praia, com 4 voos semanais. A Ilha do Sal ficou de fora, “por razões técnicas”.

O avião sai de Lisboa para São Vicente e para Praia e de São Vicente/Praia Lisboa.

Segundo explicou o governante, esse pedido de Portugal vem na sequência de um outro pedido feito pela TAP ao Governo Português para facilitar essa “abertura excecional” da fronteira.

Essas viagens serão feitas pela TAP, mas também pela CVA e SATA.

Como medida de prevenção ao alastramento da Covid-19, serão exigidos testes de PCR a cada passageiro que pretendem fazer a referida viagem.

A fronteira de Cabo Verde está fechada desde março deste ano, mês do surgimento do primeiro caso do novo coronavírus no País, na Ilha da Boa Vista.

Até ao momento, o Arquipélago contabiliza 836 casos ativos, 1.447 casos recuperados, 22 óbitos e 2 transferidos, perfazendo um total de 2.307 casos positivos acumulados.

1 COMENTÁRIO

  1. É isso aí! Testes, responsabilidade exigida aos passageiros evitando situações maiores. NÒS os Caboverdianos a nossa porta Europeia inicia em Portugal, onde sempre recebemos fraternidade e solidariedade sem grandes “toma lá dá cá” por que o factor cultural encarrega-se de cobrir o descoberto. Juntos sempre fomos fortes!

Comments are closed.