Descoberto maior diamante dos últimos 300 anos em Angola

0

Descoberta foi feita por uma empresa mineira Australiana. Diamante de 170 quilates foi denominado de “Rosa do Lulo”

Foi anunciada hoje, quarta-feira, 27, a descoberta do maior diamante dos últimos 300 anos, em uma mina Angolana.

A descoberta foi feita por uma empresa mineira Australiana que recebendo o nome de “Rosa do Lulo” que deu o nome de “Rosa Lulo” ao diamante de 170 quilates.

O nome deve-se ao fato do diamante ser cor de rosa e por ser encontrado numa mina do Lulo, no nordeste de Angola, onde também já foram descobertos os outros dois maiores diamantes já descobertos em Angola.

O Governo Angolano já reagiu à essa descoberta “histórica”. O Ministro dos Recursos Minerais, Diamantino Azevedo precisou que “este recorde e espetacular diamante cor-de-rosa de Lulo continua a mostrar que Angola é um ator importante no panorama mundial da extração de diamantes.

A pedra preciosa vai ser leiloada em leilões internacionais, devendo atingir valores astronómicos.

De realçar que embora a “Rosa do Lulo” ainda precise de ser cortada e polida para atingir o seu valor total – um processo em que uma pedra pode perder 50% do seu peso, diamantes cor-de-rosa semelhantes atingiram preços elevadíssimos no passado.

Em 2017, o diamante “Pink Star”, de 59,6 quilates foi leiloado em Hong Kong por cerca de 70 milhões de Euros, e continua a ser, até agora, o diamante mais caro da história.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui