“Falso médico” é o presumível autor do assalto ao banco em São Vicente

2

Autoridades policiais detiveram na manhã de hoje, no Mindelo, um homem, alegadamente responsável pelo assalto ocorrido no passado dia 27, a uma agência da Caixa Económica, em Fonte Cónego

O suspeito do assalto a mão armada, na manhã do dia 27, no Mindelo, São Vicente, foi esta manhã detido pelas autoridades policiais.

A informação é confirmada pela PJ, em comunicado de imprensa recebido pelo OPAÍS.cv, precisando que o valor extraído durante o assalto é de 1.077.000$00 (um milhão e setenta e sete mil escudos) e uma nota de 50 GBP (Libra), sem contudo precisar a identidade do detido.

Ainda na sequência do cumprimento de um mandado de busca à residência do mesmo, foram apreendidos cerca de 200.000$00 em dinheiro, além de vários objetos que se presume serem de proveniência ilícita.

Entretanto, investigação de OPAÍS.cv aponta que o detido seja o “falso médico”, que em finais de fevereiro início de março usou o Facebook para lançar pânico sobre coronavírus em Cabo Verde.

O suspeito, adianta a PJ, está a ser indiciado da prática de um crime de roubo, com uso de violência sobre pessoas, agravado, em concurso real com um crime de armas.

O homem está a ser interrogado pela Polícia Judiciária que o deverá apresentar, em tempo legal, ao poder judicial para aplicação das medidas de coação que se adequar.

Aristides Gaspar, assim se identifica o “falso médico”, de 43 anos, tem várias passagens pela justiça por crimes de burla e outros crimes.

Recorda-se que durante o assalto à agência da Caixa Económica em Fonte Cónego, o homem fazia-se transportar numa moto, fez dois disparos, um deles no interior da agência outro à saída.

Notícias relacionadas:

Falso médico tenta lançar pânico sobre coronavírus em Cabo Verde

Última hora: Indivíduo assalta banco em São Vicente



2 COMENTÁRIOS

Comentários estão fechados.