Francisco Carvalho: um pequeno déspota na capital do país

4

Pelos seus frutos os conhecereis”, reza a Sagrada Escritura.

É uma norma de prudência, que encerra uma muito poderosa sabedoria.

Ouçamos a bela exortação contida no Evangelho de Mateus:

Acautelai-vos quanto aos falsos profetas. Eles se aproximam de vós disfarçados de ovelhas, mas no seu íntimo são como lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. É possível alguém colher uvas de um espinheiro ou figos das ervas daninhas?”.

Vem isto a propósito da trapalhada protagonizada, logo na primeira sessão da Câmara Municipal, pelo novo edil da Praia, convocando vereadores não eleitos (do PAICV), à revelia da Lei, numa repristinação da salazarenta atitude de “quero, posso e mando”.

Numa Câmara dividida (5 vereadores do PAICV e 4 do MpD), percebe-se já que o sr. Francisco tem sérias dificuldades em conviver com a diferença política e em aceitar a proporcionalidade resultante da livre escolha dos cidadãos de Praia Maria.

Francisco Carvalho nunca escondeu, de resto, as suas ideias. Ideias caducas e de notória extracção leninista, diga-se.

Num artigo de opinião publicado em Novembro de 2019, defendia a importância das “milícias populares”, uma das instituições mais execráveis do tempo do Partido Único.

Ele pensa dessa forma.

O homem não percebe, de facto, a dimensão do actual Estado de direito democrático, cuja essência é, sobretudo, a total rejeição da parafernália revolucionária.

Temos, pois, um pequeno bolchevique a chefiar, neste momento, a Câmara Municipal da Praia! Que giro.

Aguardemos os próximos passos do chico-espertismo e das suas directrizes importadas da Venezuela chavista…

4 COMENTÁRIOS

  1. Algures numa terra muito distante, chamada Bandidolândia, que os seus habitantes, os tambarinas, carinhosamente também chamam de Janirolândia. Lá, naquela terra, os seus habitantes proporcionaram algo de maravilhoso nos últimos dias. À luz do dia fizeram: 1. Assalto em São Vicente; 2. Invasão na Praia; 3. Arrastão em São Filipe (Fogo); e 4. Cenas de Faroeste (USA) e Cangaceiro (Nordeste/Brasil) em São Salvador do Mundo.

    • Ma esse pessoal do Paicv é muito cara de pau mesmo. Avelino que foi para o Governo só por ser irmão do Orlando Sanches, sem nenhuma qualificação, entrou na sociedade de desenvolvimento de Boa Vista e Maio concurso, está nos bastidores da CMP como recompensa da campanha eleitoral agora fala em nepotismo.

  2. Gostaria que o Casimiro de Pina como jurista comentasse a seguinte frase:

    O Tribunal de Justiça da Comunidade dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) “ordenou”, a libertação imediata de Alex Saab.

  3. É impressão minha, ou o aprendiz de papagaio do Paicv, Manuel Rosa cansou-se do Facebook? Deve ter esgotado o estoque de testosterona.

Comments are closed.