Fundação Gulbenkian entrega equipamentos de diagnóstico cancro da prótata ao HAN

0

De entre os equipamentos estão ecógrafos sondas e guias de agulhas para biópsia, orçados em cerca de dois mil contos

          

A Fundação Calouste Gulbenkian entregou hoje ao Hospital Agostinho Neto, um conjunto de equipamentos médicos de diagnóstico do cancro da próstata, avaliado em cerca de dois mil contos.

Dos equipamentos entregues estão ecógrafos, sondas e guias de agulhas para biópsia, que vão permitir uma “melhoria da abordagem do diagnóstico”.

Para Carla Barbosa, representante da referida Fundação, o País está a dar “mais um passo para modificar a triste realidade do diagnóstico tardio” do cancro da próstata em Cabo Verde, “diminuindo assim a taxa de mortalidade”.

Para o PCA do Hospital Agostinho Neto, Imadoêno Cabral, a colaboração com a Fundação Calouste Gulbenkian tem contribuído para “melhorar os indicadores qualitativos e quantitativos” a nível de prevenção, tratamento e diagnóstico, agradecendo a oferta recebida.

Esta doação, refira-se, insere-se no âmbito do projeto de Melhoria do Diagnóstico e Tratamento das Doenças Oncológicas em Cabo Verde, assinado em 2018 pelo Ministério da Saúde e da Segurança Social e a Fundação Calouste Gulbenkian, avaliado em 174 mil contos

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui