GOVERNAÇÃO: PM vai ao Fogo e Brava

1

O PM vai à região Sul do País, numa visita de 4 dias. Na agenda, consignação de obras, programa do mau ano agrícola e regionalização

O gabinete do Chefe do Governo acaba de anunciar que o PM vai estar entre 21 e 25 nas ilhas do Fogo e Brava, para uma visita durante a qual irá consignar novas obras na região, inteirar-se do programa do mau ano agrícola e presidir a duas conferências sobre regionalização no Fogo e na Brava.

Acompanhado dos ministros Gilberto Silva e Eunice Silva, o PM irá, por exemplo, no Fogo, conferir ao início das obras que vai ligar a comunidade de Campanas de Cima, num troço de cerca de 12 quilómetros de estrada, em ato a acontecer amanhã, quinta-feira.

Na sexta-feira, Ulisses Correia e Silva segue no período da tarde para Chã das Caldeiras onde preside à consignação da empreitada de construção da estrada que fará a ligação entre Cova Tina, Portela e Bangaeira.

Trata-se de um troço de estrada de cerca de 12 quilómetros e que irá ligar as 3 comundiades “em condições de segurança e conforto”.

Ainda na Chã, o PM reúne-se com a população local para auscultar as suas preocupações e anseios sobre a zona e seu processo de desenvolvimento.

Antes, e no período de manhã, a comitiva do PM inteira-se do programa de mitigação do mau ano agrícola.

No sábado, UCS segue para a Brava onde participa nas celebrações do Dia do Município e de São João, devendo em Nova Sintra, tal como em São Filipe, presidir a duas conferências sobre a regionalização, tema que já na próxima semana vai a debate na Assembleia Nacional.



1 COMENTÁRIO

  1. Completar a meia lua. Fogo pertence a Cabo Verde e o brilho da lua cheia, ou seja , o circular do Fogo completo e obra de verdade e não atalho. Estradas da morte como enguias, sem segurança que os senhores que tanto gostam do Fogo deixarem inconcluidas.

Comentários estão fechados.