Governo orgulhoso da prestação da equipa que foi a Moçambique

0

A constatação é do Primeiro-Ministro, e foi feita durante a receção da delegação Cabo-verdiana que esteve em missão humanitária em Moçambique, na sequência do ciclone Idai

“Um momento de orgulho”, é assim que UCS classifica o estado de espírito dos Cabo-verdianos em relação a essa missão Cabo-verdiana para com o povo Moçambicano.

Para o PM é louvável o trabalho e o desempenho que a referida equipa fez no terreno, ao ajudar as vítimas do ciclone.

Para o Chefe do Executivo é importante reconhecer o trabalho feito “com espírito de missão, atestando as boas relações” existentes entre os dois países. Nesse sentido, o País está agradecido a essa delegação que levou o nome de Cabo Verde àquele País para “minorar as dificuldades” por que passam os afetados.

Por sua vez o Major e Médico Fernando Tavares, que liderou a missão, sublinhou que os elementos portaram-se com profissionalismo e com o espírito de partilha e solidariedade.

De acordo com o mesmo, Moçambique ainda necessita de várias ajudas e que a situação “é complicada” com várias construções danificadas e várias doenças que se propagaram.

- PUBLICIDADES -