Governo orgulhoso da prestação da equipa que foi a Moçambique

0
65

A constatação é do Primeiro-Ministro, e foi feita durante a receção da delegação Cabo-verdiana que esteve em missão humanitária em Moçambique, na sequência do ciclone Idai

“Um momento de orgulho”, é assim que UCS classifica o estado de espírito dos Cabo-verdianos em relação a essa missão Cabo-verdiana para com o povo Moçambicano.

Para o PM é louvável o trabalho e o desempenho que a referida equipa fez no terreno, ao ajudar as vítimas do ciclone.

Para o Chefe do Executivo é importante reconhecer o trabalho feito “com espírito de missão, atestando as boas relações” existentes entre os dois países. Nesse sentido, o País está agradecido a essa delegação que levou o nome de Cabo Verde àquele País para “minorar as dificuldades” por que passam os afetados.

Por sua vez o Major e Médico Fernando Tavares, que liderou a missão, sublinhou que os elementos portaram-se com profissionalismo e com o espírito de partilha e solidariedade.

De acordo com o mesmo, Moçambique ainda necessita de várias ajudas e que a situação “é complicada” com várias construções danificadas e várias doenças que se propagaram.

- PUBLICIDADES -

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui