Governo reitera compromisso de solucionar dívidas dos Professores

1

Garantia é dada pelo Secretário de Estado da Educação, numa altura em que os Professores assinalam seu Dia

Assinala-se nesta terça-feira, 23, o Dia do Professor Cabo-verdiano. Na oportunidade, o Primeiro-Ministro preside às atividades em Santa Catarina de Santiago, onde profere uma aula magna versando “Financiar o Futuro: Educação Agora”.

Ulisses Correia e Silva é convidado do Sindicato dos Professores da ilha de Santiago, SIPROFIS, e a aula acontece no Liceu Amílcar Cabral.

Resoluções

Entretanto, ontem, o Secretário de Estado da Educação recordou que o Governo tem vindo a solucionar os problemas dos Professores. Lembrou que todos os pendentes, nomeadamente, reclassificações, promoções e progressões entre 2015 e 2018 já estão equacionados, tendo abrangido mais de 2.600 docentes dos ensinos Básico e Secundário.

Mas Amadeu Cruz indicou ainda que estão já em processo de resolução as dívidas desde 2010, que têm a ver com a não redução da carga horária. A meta, disse, é ainda em 2019 regularizar “todas estas situações”.



1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma vez como estaria CV e esta governação se CV não estivesse ATRELADO a uma divida INSUPORTÁVEL com consequências na economia, financiamento às empresas, e dividas a toda classe profissional, calotes fiscais aos contribuintes e empresas, aos donos dos terrenos, nas embaixadas, instancias internacionais, empresas do Estado falidos e a TRITURAR o pouco dinheiro que temos e a aumentar a divida, dividas aos bancos dos subsídios das habitações para jovens, dividas a empreiteiros…etc. e ainda acham que privatizar por ex: a TACV falida é vender CV! E os RESPONSÁVEIS POR TUDO ISTO, OS INCOMPETENTES, ALDRABÃO AINDA NÃO SENTE VERGONHA DE ANDAR A FAZER PRESSÃO COM A AJUDA DE UMA IMPRENSA TAMBEM ALDRABÃO A ESTE GOVERNO PARA RESOLVER TUDO NESTES TREZ ANOS!!!

Comentários estão fechados.