Identificados supostos autores da agressão do Cabo-verdiano no Porto

1

Pai e filho estão a monte, mas autoridades estão no seu encalce

A PSP identificou duas pessoas, pai e filho, como supostos autores da agressão que culminou na morte de um jovem que se admite ser Cabo-verdiano, identificado como Igor Silva, 26 anos, nas festas do título do FC Porto, na noite-madrugada de sábado para domingo.

Marco Orelhas, e o filho Renato, 19 anos, (na foto) são os suspeitos, e segundo consta ainda estão a monte. Ambos integram a claque Super Dragões, do FC Porto.

Segundo se apurou, a rixa começou ainda no Estádio da Luz, em Lisboa, durante a vitória do FC Porto por 1-0 sobre o Benfica, e prosseguiu para o Porto onde teve desfecho fatal.

Entretanto, os verdadeiros motivos podem ter ocorrido há cerca de 2 semanas, quando a vítima e um dos procurados tiveram um desentendimento num bar de xixa, no Porto.
A mulher que acompanhava Igor Silva, Elisabete Pinho, 25 anos, já teve alta hospital, após agressões na cabeça.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.