IMP interrompe viagem do Kriola

1

Kriola e Praia d’ Aguada foram surpreendidos com vistoria ontem no Porto da Praia

O catamaran Kriola, da Cabo Verde Fast Ferry, está inoperacional, desde a última quinta-feira, 2, na sequência de uma vistoria desencadeada pelo Instituto Marítimo e Portuário, IMP.

Ao que OPAÍS.cv apurou, a embarcação não passou em testes realizados ontem no Porto da Praia, pela autoridade marítima, devido a “algumas irregularidades relacionadas a documentos e local de arquivo” e deve ficar inoperacional até que seja cumprida os procedimentos legais.

Já ontem, o Kriola não pode prosseguir a viagem de regresso ao Fogo/Brava.

O navio Praia d’ Aguada foi também submetido a idênticos testes mas passou sem quaisquer reparos.

Entretanto, a Administração da CVFF mostra-se indignada com o que considera ser falta de respeito por parte do IMP e alega que passageiros ficaram retidos seja na Praia seja no Fogo devido ao cancelamento da viagem prevista para ontem.

Não se sabe quanto tempo que o Kriola deve ficar inoperacional mas a CVFF garante estar a envidar esforços para responder aos pedidos do IMP.



1 COMENTÁRIO

Comentários estão fechados.