JMN é contra Embaixada dos EUA na Várzea

2
1159

Antigo primeiro-ministro escreveu na rede social Facebook que “não se devem construir” instalações de Embaixadas em todo o espaço contíguo ao Palácio do Governo

José Maria Neves, primeiro-ministro de Cabo Verde entre 2001 e março de 2016, não concorda com a proposta de construção da nova Embaixada dos Estados Unidos da América, na Várzea, onde atualmente se localiza o Liceu Cónego Jacinto.

Em texto publicado nas últimas horas na sua conta pessoal no Facebook, JMN observa que na Cidade da Praia existem “muitos espaços nobres” onde as autoridades Norte-americanas “podem construir” a nova Embaixada com “benefícios” para ambos os países.

Trata-se da primeira posição pública de JMN em torno do tema que dominou a atualidade na semana finda.

- PUBLICIDADES -

2 COMENTÁRIOS

  1. Olha eu como um simples Cabo-Verdiano fico muito mais descansado ter os EUA como vizinho do palácio do governo, do que na altura que lá morava um CRIMINOSO que afundou o nosso país em miséria e dividas, que tem uma cara quando está com a mão estendida a choramingar para os nossos parceiros, e outra quando o nosso País precisa de construir uma diplomacia económica e para segurança baseada em CONFIANÇA, infelizmente ficam todos ACORRENTADOS nas suas ideologias de mato, mas CABO VERDE É MUITO MAIS QUE O paicv QUER E PENSA!

  2. A unica coisa que eu queria dizer eh que devem analisar,muito e bem , antes de tomar uma decisión.Muitos estaba a favor enquanto que Muito outros estao contra.Por tanto que a decisao seja acertada e boa para as partes.Estados Unido e a cabo verde tem uma amizade de varios años e que continúe para muitos e muitos.

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui