Lançadas obras da central fotovoltaica de norte de Baía

0

Infraestrutura vai permitir que mais de 40% de eletricidade seja produzida através de energia renovável

O Ministro da Indústria Comércio e Energia visitou o local que deverá receber a central, em São Vicente, cujas obras iniciam “em breve”.

“A nova infraestrutura vai possibilitar que mais de 40% da eletricidade na Ilha seja produzida através de energia renovável”, disse.

Trata-se, segundo Alexandre Monteiro, de um parque solar de cinco megawatts de potência e que produzirá um volume de energia superior a 15% do consumo de energia na Ilha de São Vicente.

“Isto contribui para aumentar a penetração de energias renováveis na Ilha e, por conseguinte, no País, que é o que nós queremos, reduzir a dependência de combustíveis fósseis”, sublinhou o governante, adiantando uma poupança de mais de 2.500 toneladas na importação de combustíveis fósseis, num montante superior a 250 mil contos.

A central deverá estar pronta em dezembro e partir de janeiro de 2025 começar a injetar energia na rede pelo preço de cinco escudos por kilowatts a hora.

O projeto está orçado em 450 milhões de escudos financiados através de uma emissão de obrigações na bolsa, em títulos de bônus verdes, colocados no mercado pelo Banco Cabo-verdiano de Negócios.