Mais de 30 tartarugas marinhas encontradas mortas em praias Brasileiras

0

Entre 2 de junho e 11 de julho, 32 tartarugas marinhas verdes foram encontradas mortas, a maioria devido à ingestão de plástico, nas praias do Município Brasileiro de Cabo de Santo Agostinho

As mortes foram contabilizadas pela ONG Onda Limpa para Gerações Futuras, que alertou para o número atípico de animais encontrados sem vida entre as Praias de Itapuama e Gaibu, no Estado Brasileiro de Pernambuco.

De acordo com o biólogo Felipe Brayner, membro da ONG, 88% das mortes registadas naquela área foram causadas pela asfixia dos animais ao ingerir plásticos deitados ao mar.

“O alimento preferido das tartarugas são águas-vivas, alforrecas. O plástico simula o mesmo movimento dentro do mar e acaba por confundir esses animais”, afirmou o biólogo.

O especialista, que faz a monitorização voluntária dessas tartarugas, frisou, no entanto, que o número de espécies mortas pode ser superior ao registado.

Com Lusa

- PUBLICIDADES -