Morreu Inglês com Covid-19, na Boa Vista

2

Informação é confirmada pelo Ministro da Saúde. Turista faleceu por volta das 23 horas de ontem. A Holandesa tem prognóstico “reservado”, mas seu marido acusou negativo. Não há novos casos confirmados

          

 

É a primeira vítima mortal do Covid-19, em Cabo Verde. O turista de 62 anos de idade, proveniente da Inglaterra, no passado dia 9, é também a primeira vítima mortal pelo Covid-19, em território Cabo-verdiano.

O seu quadro clínico “tinha vindo a agravar-se” disse o Ministro. “Em nome do povo de Cabo Verde o Governo expressa os sentimentos de pesar, aos familiares e ao povo Inglês, por esta perda”, acrescentou o Ministro

O óbito foi declarado pelas 23 horas. Quanto aos outros dois casos positivos, o “acompanhante” do agora falecido, é “assintomático” mas a turista Holandesa tem prognóstico “reservado” e continua sendo acompanhada.

Com esta situação, Cabo Verde fica, agora, com apenas 2 casos positivos do coronavírus. “Não temos nenhum outro caso confirmado” esclareceu o Ministro. O esposo da Holandesa acusou “negativo” para o Covid-19.

Luta para ganhar

O Ministro voltou a reafirmar a determinação de Cabo Verde face a esta “guerra”, e observou que estamos a lutar contra um “inimigo invisível, esperto e que sabe como penetrar as nossas defesas e dissiminar”, entretanto não se pode baixar a guarda. “Nós somos mais espertos”, advertiu, renovando os apelos para a necessidade da mudança de hábito para se poder “vencer” esta pandemia.

Referindo ser esta uma “luta comum”, Arlindo do Rosário assegura que Cabo Verde vai continuar a organizar a todos os níveis, mas observou ser “fundamental” o apoio da população para esta luta que já vitimou uma vida no País.

“Vamos reforçar as medidas” de prevenção, reforçou.