Mosteiros clama por mudança

0

Encontro-me neste momento no meu concelho-berço, Mosteiros.

          

Terra de clima ameno, paisagem natural deslumbrante e gente simpática.

Na minha R.ª do Ilhéu choveu bastante e, pela graça divina, o campo ostenta um VERDE que nos enche a alma de alegria e esperança.

Infelizmente, uma política virada para o assistencialismo e a exploração de consciências, reproduzindo uma mentalidade perniciosa, não permitiu, ainda, o pleno aproveitamento das potencialidades deste município.

Há que MUDAR este quadro. No dia 25 de Outubro teremos uma boa oportunidade para tal.

A Câmara Municipal não deve ser uma instância reprodutora dos trejeitos burocráticos de outrora, mas uma instância capaz de pensar o desenvolvimento e permitir o usufruto da LIBERDADE por parte dos mosteirenses, inserindo o local, através de conexões inteligentes, no vasto horizonte do global e da modernidade-prosperidade.

Lourenço Lopes e uma equipa de jovens promissores e dinâmicos preparam-se para protagonizar uma alternância histórica nos Mosteiros.

A ilha do Fogo quer recuperar o seu prestígio e o lugar que é legitimamente seu no panorama nacional.