MpD denuncia falta de transparência na gestão Municipal em São Filipe, Fogo

0

Bancada na Assembleia Municipal mostrou a sua indignação e preocupação com a administração da Câmara Municipal, liderada por Nuías Silva

O líder da bancada do MpD na Assembleia Municipal de São Filipe, João Domingos Gonçalves, denunciou hoje, de forma veemente, a ausência de informações cruciais antes do debate e aprovação do Orçamento da Autarquia.

“Na véspera do debate e aprovação do Orçamento da Câmara Municipal de São Filipe, a nossa bancada se vê impossibilitada de participar ativamente e responsavelmente no processo, dado o cenário de sonegação de informação por parte da Câmara Municipal”, denunciou o Deputado Municipal.

De entre as demandas urgentes, o MpD exigiu a divulgação imediata dos resultados do concurso de concessão dos imóveis recebidos da Direção Geral do Património de Estado, detalhado da classificação e dos valores apresentados pelos concorrentes para cada imóvel. “A opacidade nesse processo é inaceitável e levanta suspeitas de favorecimento”, admitiu.

O MpD exigiu igualmente a exposição dos contratos de concessão assinados para os imóveis Municipais. “O silêncio sobre essas informações é um desrespeito à população que merece respostas claras e imediatas”, realça João Domingos Gonçalves que disse que o MpD, requereu a lista das famílias beneficiadas com a construção/reabilitação de habitação, informações sobre os trabalhadores contratados pela Câmara Municipal, detalhes sobre as nomeações de cargos e esclarecimentos sobre o Estádio 5 de Julho, incluindo o diferendo com empresas e contratos assinados para execução de trabalhos.

“Exigimos, de maneira inequívoca, a relação de todos os trabalhadores contratados pela Câmara, com detalhes sobre datas de entrada, local de serviço, salários auferidos e base legal para suas contratações, especialmente aqueles com mais de 6 meses de serviço”, afirmou.

O MpD denuncia ainda a não criação de condições para que os eleitos municipais da Oposição realizarem visitas, “demonstrando um claro desrespeito pelos princípios democráticos”.