MpD exige “atenção mais cuidadosa” aos transportes por parte da Câmara Municipal de São Domingos

0

Setor dos transportes escolares e dos Bombeiros estão na linha das preocupações da Oposição municipal que alerta o Edil local para suas responsabilidades

A bancada do MpD na Assembleia Municipal de São Domingos, exigiu, na última terça-feira, 9, que o Presidente Isaías Varela, PAICV, preste uma “atenção mais cuidadosa” ao serviço de transporte escolar no Concelho, dizendo não ser “compreensível nem aceitável” que uma Autarquia que “gasta milhares de contos” em festas e festivais “não consiga manter em funcionamento” a sua frota automóvel de serviços essenciais.

A Deputada Vera Rodrigues, deu voz à posição da bancada municipal, tendo denunciado a situação de várias viaturas de transporte escolar “paralisadas”, segundo ela por falta de peças e ou por não pagamento de seguros, tendo, por isso, alertado para a importância da manutenção preventiva e corretiva das viaturas, “a fim de evitar riscos de acidentes graves”.

Segundo a porta-voz da bancada, recentemente algumas situações foram registadas com viaturas da Edilidade, envolvendo Escuteiros e idosos, que por pouco não tiveram desfechos tristes.

“Os problemas no parque automóvel são diversos”, denunciou, para logo de seguida considerar ser “inaceitável” que os bombeiros não possam prestar socorro por falta de combustível, pneus ou peças.

“Lamentavelmente, houve um caso em que Munícipes necessitaram de socorro urgente, e os serviços de bombeiros de São Domingos não puderam dar assistência devido à falta de meios, resultando na perda de uma vida que poderia ter sido evitada”, lamentou Rodrigues.

Noutra situação, uma pessoa sofreu queimaduras graves, a menos de 2 km de distância, aguardando por muito tempo pelos Bombeiros, “que não puderam socorrê-lo por não terem nenhuma viatura operacional. Infelizmente, o Munícipe não resistiu”, ajuntou.

Desde 2020, “acumulam-se os casos de inoperacionalidade das viaturas de combate a incêndios e das ambulâncias colocando em risco vidas humanas”, expressou ainda, questionando “quantas vidas adicionais poderiam ter sido salvas” se a gestão de Isaías Varela tivesse criado condições aos Bombeiros.

Na sequência, o MpD exige ao Autarca que dedique “atenção prioritária” a este “serviço vital”, pois, segundo Vera Rodrigues, a eficiência destes serviços “é uma questão de vida ou morte, que transcende qualquer questão política”.

Por outro lado, a eleita do MpD denunciou o fato de alguns Vereadores, com mandato a templo pleno, passarem “semanas ou meses” sem comparecer no Paços do Concelho, mas “recebem vencimentos” todos os meses “enquanto faltam peças essenciais” para manter a operacionalidade e segurança das viaturas do Município.

Entretanto, a porta-voz do MpD sustenta que todos os problemas no parque automóvel da Autarquia “podem ser explicados pelo desmantelamento” da Oficina de Variante, outrora uma “referência” em Santiago.