Nem na dor?

2

Mas, nem mesmo com a nossa Capital a sofrer depois de forte intempérie, a fraca e triste liderança do Paicv consegue mostrar solidariedade e estar do lado da Praia e do seu povo?

Nem face a avultados estragos e prejuízos, causados pelas fortes chuvas, o Paicv e a sua circunstancial liderança conseguem ter um pensamento de solidariedade para com a Praia e suas gentes?

Na vida como na política, não vale tudo, por isso, era e é expectável que todos os atores políticos, situação e oposição, unissem numa só voz, ação e atitude para ajudar a reerguer-se depois da tempestade.

Acreditamos na bonança e cremos, piamente, que venceremos este desafio-provação imposto pela mãe Natureza.

Ao contrário do Primeiro-Ministro que encara este (e outros) problema de frente, com uma forte mensagem de confiança, de determinação em como vamos vencer este desafio, conclamando a todos para ajudar a nossa Praia, suas gentes e todos os outros territórios afetados pelas fortes chuvas, a unir forças para o abnegado trabalho de recuperação dos estragos, o Paicv prefere a politiquice, a matemática do voto, os cálculos imediatos com olhos no 25 de outubro e o habitual discurso dissintunisado da realidade.

Nesta hora de dificuldades, de perdas e de dor, a nossa Praia e Cabo Verde merecem muito mais. Seja dos governantes, seja das oposições e de cada um dos seus filhos-amigos, porque vamos vencer, seguramente.

Incrível que nem na dor, o Paicv consegue mudar de atitude e mostrar estar, pelo menos, uma única vez, do lado da Praia e suas gentes.

Infelizmente, as declarações da fraca e triste liderança do Paicv evidenciam um elevado nível de irresponsabilidade e demagogia política e total ausência de sentido de Estado na abordagem de assuntos sérios e delicados.

Não devemos permitir que em situações como esta, nem o populismo nem a demagogia triunfem.

Nossa solidariedade àqueles que perderam entes queridos, àqueles que perderam seus pertences e a todos que estão a passar por dificuldades devido às fortes chuvas e correntes positivas para todos quantos labutam abnegada e incansavelmente para repor a normalidade o mais breve quanto possível.

2 COMENTÁRIOS

  1. Como o objectivo é provocar ainda muito mais dor, a oportunidade não poderia ter sido melhor aproveitada pelo paicv.

  2. Observação muito acutilante e pertinente. A praia e cabo Verde mereciam uma melhor oposição também neste momento de muitas perdas.

Comments are closed.