O Paicv é um sistema

4

Eles são livres para falar de outros e ficam raivosos quando um “estranho” lhes tocam!

Pretendem ser os intocáveis! Isso é possível na democracia?

O sistema Paicv tem características específicas. Se for um adversário, para além de estar sempre prevenido, deve conhecer bem os principais eixos que fazem mover essa máquina partidária.

Aqui, abordarei apenas alguns aspectos característicos do partido, que se auto-intitula de “Tambarina”.

O Paicv é um exército de resistência!

Liderou por 15 anos o regime de partido único; perdeu o poder nas primeiras eleições livres e democráticas; atravessou o deserto por dez anos; regressou ao poder em 2001; volta a governar o país durante 15 anos; regressa à oposição em 2016; e tudo vem fazendo para regressar ao poder já em 2021.

Contrariamente ao que eles próprios defendem, a história desse partido começa a partir do golpe de estado na Guiné-Bissau, com a ruptura do Paigc. E ainda assim dizem que o Paicv é um partido histórico

Com essa trajetória política, esse partido conseguiu disseminar e incutir numa boa parte da sociedade a sua ideologia, os seus princípios e o modelo da sociedade que defendem.

Não será por acaso que os mais fanáticos dizem: “eu sou Paicv até morrer”. “Podem colocar um cão na lista eleitoral, eu voto nele, com todo o orgulho”.

Em certo sentido, a fé dos militantes no partido é uma coisa que ultrapassa a fé das religiões e a fé clubista!

O fanatismo no partido é um factor preponderante no comportamento da maioria dos seus fiéis. Ai daquele que tocar nessa fé?!

O Paicv não é só um partido de estruturas orgânicas. Os seus militantes, onde quer que estejam, no mar, na terra ou no ar, são soldados dispostos a tudo fazer, em defesa do partido.

Estejam eles nas repartições públicas, nas escolas, nas polícias, nos funerais, nos tribunais, nos ministérios, nas empresas públicas, nas empresas privadas, nos institutos públicos (…), eles não necessitam de instruções dos seus líderes, seguem a mesma cartilha e sabem religiosamente a função deles!

Presentemente, alguns deles inventaram um outro expediente, fazendo passar por “independentes”, travestindo-se da chamada sociedade civil, para credibilizar as suas propagandas e conseguirem um posto importante na administração.

No presente momento, estando, como é óbvio, aflitos e contra a sua vontade na oposição, orquestraram uma estratégia clara para, num mandato, regressarem ao poder.

A estratégia ficou delineada e coincidiu com a tomada de posse do Governo do MPD. A partir daí deu-se início à torrificação da imagem do governo. Este não foi poupado!

Eis os eixos principais da estratégia do Paicv:

a) O uso privilegiado de dois palcos: a Assembleia Nacional, com a transmissão em directo via Rádio, e a utilização das redes sociais;

b) A estratégia principal do Paicv é enlamear o governo do MPD; fazer passar à sociedade a ideia de que este Governo é formado por corruptos, negociantes obscuros, ladrões, intransparentes e vendedores do país.

É uma estratégia para a torrificação da imagem deste governo! Estratégia utilizada em 2001.

c) A outra componente da estratégia é ser intransigentemente contra tudo o que o Governo faz. Negar sempre e até ao fim. Procurar demonstrar à sociedade que tudo o que este Governo faz é contra os interesses nacionais. E atacam sobretudo as políticas das privatizações e exploram os sentimentos das pessoas!

Será que essa estratégia está a colher algum fruto?

De forma consistente as pesquisas de opinião dizem que não.

O Paicv não cresceu e a Janira vem decrescendo a sua imagem junto do eleitorado.

Será sempre assim?

Ninguém pode ter garantias!

O que falta do lado dos democratas é o espírito de combatividade e de presença. O sistema MPD contém algumas falhas inexplicáveis.

Não se pode gerir o sistema MPD, ficando condicionado às pressões do principal adversário -o Paicv!

O MPD não pode continuar na defensiva! Tem de inverter o jogo político e mudar aquilo que tem de ser mudado e a tempo.

Na política só os resultados da governação não chegam. Estes devem ser completados com outras acções políticas de liderança.

O sistema MPD tem tudo para dar certo, dependendo apenas do próprio MPD!

Finalizando, pergunto:

Será que os democratas irão vencer essa nova batalha?

O tempo dirá!

- PUBLICIDADES -

4 COMENTÁRIOS

  1. Conclusão: Um partido, uma ideologia, uma oposição SUJO em DEMOCRACIA, que não importa de transformar Cabo Verde num “inferno”, se se não estiverem no poder!! O MPD e a SOCIEDADE LIVRE tem que combater este MAL que só nos dificulta o nosso caminho para o DESENVOLVIMENTO!!

  2. Um excelente artigo. MpD que se cuida. O apelo está lançado. Tudo está com os ventoinhas. Paicv não tem chance. O Governo de Ulisses Correia e Silva está num bom caminho. Segue em frente MpD, o nosso caminho é só um, rumo ao desenvolvimento sustentável para Cabo Verde e o seu povo.

Comments are closed.