OGE2022 é um instrumento para impulsionar a retoma económica

1

Posição é assumida pelo Governo, considerando que o País irá crescer até 6% em 2022. OGE elege ainda a resposta sanitária e o desenvolvimento integrado da Saúde, como uma grande prioridade

O Parlamento está a debater o Orçamento Geral do Estado, OGE, para 2022, e o Governo disse que é um instrumento para impulsionar a retoma económica, apresentado num contexto “super difícil” e de elevados riscos.

“A acrescentar à crise da pandemia, o mundo vive uma crise energética com impacto no aumento dos preços dos combustíveis e da eletricidade em Cabo Verde e uma crise de aumentos de preços internacionais nos produtos agrícolas, matérias-primas, transportes, com pressões inflacionistas que impactam a alta de preços em Cabo Verde, País fortemente importador”, observou Ulisses Correia e Silva, precisando por outro lado que as perspetivas para o crescimento económico mundial entre 2021 e 2022 são positivas.

O Primeiro-Ministro acrescentou que existem incertezas ao nível do controle da pandemia, mas que apesar disso, as projeções mais recentes do FMI, a economia mundial deverá crescer cerca de 6% em 2021 e 4,9% em 2022. Em Cabo Verde, referiu, “a retoma económica faz-se em clima de incerteza e com fortes restrições nas finanças públicas”.

“Neste ano de 2021, estimativas apontam para um crescimento económico entre 6,5 e 7,5%. Para 2022, a  previsão é de 6%. Mesmo que se concretizem, o crescimento económico não será ainda suficiente para compensar a contração registada em 2020. Significa que em 2022, o País estará ainda com menos riqueza do que tinha em 2019”, indicou, contudo lembrou que há já sinais positivos, como a retoma do turismo com a reabertura dos hotéis, voos charters, cruzeiros e retorno ao emprego com especial incidência nas Ilhas do Sal e da Boa Vista, crescimento do IDE, a confiança no País e importantes investimentos privados em curso no turismo, na saúde e na aquacultura.

A retoma económica, na ótica do Governo, vai ter que ser feita acompanhada da retoma do percurso da consolidação orçamental, diminuição do Défice Orçamental, diminuição da Dívida Pública e agravamento da carga fiscal ao nível do IVA e das Taxas Aduaneiras.

“Uma medida de incidência temporária que vários países têm estado a adotar em consequência da crise da pandemia da Covid-19, o aumento do limite da dívida interna – três vezes chumbado pelo PAICV neste Parlamento”, lamentou UCS, sublinhando que isso não deixa outra alternativa senão recorrer ao agravamento do IVA para financiar os desequilíbrios provocados pela contração económica e por despesas excecionais para a proteção sanitária, empresarial e social.

Saúde

O OGE 2022 elege a resposta sanitária e o Desenvolvimento Integrado da Saúde, como uma grande prioridade, isso porque “salvar vidas, proteger a saúde e criar as condições de confiança para o relançamento da economia estão na primeira linha de prioridades”, do Governo, disse o Chefe do Executivo.

UCS adiantou que existem riscos e incertezas quanto ao comportamento da pandemia da Covid-19, contudo o País, continuará o seu combate, com o reforço de recursos humanos, de capacidades laboratoriais, realização de testes, garantia do acesso da população a medicamentos e vacinas.

No quadro do Desenvolvimento Integrado da Saúde, precisou o PM, o OGE 2022 investe na capacitação e especialização dos profissionais de saúde; na abordagem integrada para a vigilância, prevenção e combate de doenças; na promoção da saúde e reforço de prestação de atenção primária; na assistência medicamentosa; na implementação do Sistema de Informação Sanitária; na isenção da taxa moderadora de saúde; e em infraestruturas e equipamentos do Sistema Nacional de Saúde.

Em 2022, garantiu “teremos a conclusão do Bloco Ambulatorial do Hospital Batista de Sousa; conclusão do Centro de Terapia Ocupacional Ribeira da Vinha; a conclusão do Bloco Operatório do Centro de Saúde de Sal – Rei; a conclusão do Centro de Saúde da Assomada; a elaboração do projeto da Nova Maternidade e Pediatria do Hospital Baptista de Sousa e; a montagem da estratégia de financiamento para a construção do Hospital Nacional da Praia.

O OGE 2022 em discussão no Parlamento é estimado em 73 mil milhões de Escudos, representando uma diminuição de 2% face ao de 2021.

1 COMENTÁRIO

COMENTE ESTA NOTÍCIA

Por favor digite seu comentário!


COMENTÁRIOS: O País defende a liberdade de expressão e o debate livre de ideias. Entretanto, todos os comentários são mediados pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Advertimos, no entanto, de que os comentários devem cumprir os critérios estabelecidos pela Coordenação Editorial, nomeadamente, não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem, não ofender o bom-nome de pessoas e instituições, não conter acusações sobre a vida privada de terceiros, e não conter linguagem inadequada. Comentários que não respeitarem estes pressupostos não serão considerados.


Por favor, digite seu nome aqui