Papa assinala 13 de maio e evoca atentado contra São João Paulo II

0

Francisco convida a rezar a Nossa Senhora de Fátima pelo fim da pandemia

          

O Papa assinalou hoje no Vaticano o aniversário da primeira aparição de Fátima, que se celebra a 13 de maio, evocando também o atentado contra São João Paulo II, na Praça de São Pedro, há 40 anos. “Amanhã é a memória litúrgica da Bem-Aventurada Virgem Maria de Fátima e o 40º aniversário do atentado contra São João Paulo II, aqui, na Praça [de São Pedro]. Ele próprio sublinhava com convicção que devia a sua vida à Senhora de Fátima”, realçou Francisco, durante a audiência geral que decorreu, ao ar livre, no Pátio de São Dâmaso.

O Papa apelou à oração “pela paz, pelo fim da pandemia, pelo espírito de penitência e pela conversão” de cada um, sublinhando o simbolismo do atentado contra São João Paulo II, a 13 de maio de 1981. “Este acontecimento torna-nos conscientes de que a nossa vida e a história do mundo estão nas mãos de Deus. Confiamos a Igreja, nós mesmos e o mundo inteiro ao Imaculado Coração de Maria”, apontou.

Francisco deixou uma saudação particular aos peregrinos de língua Portuguesa. “Lembramos com grande veneração Nossa Senhora de Fátima. Coloquemo-nos com confiança sob a sua proteção maternal, especialmente quando encontramos dificuldades na nossa vida de oração. Que Deus vos abençoe”, declarou.

Amanhã, quinta-feira, 13 de maio, pelas 17h00, o Santuário de Fátima associa-se à maratona de oração pelo fim da pandemia, promovida pelo Papa Francisco, rezando, como intenção particular, por todos os presos.

Com Agência Ecclésia